AC: diretor de presídio libera TV e cachorro quente até meia-noite para presos


O diretor da presidio Antônio Amaro Alves, Willam da Silva Souza, determinou, através de uma portaria, que todos os detentos da unidade tivessem o horário TV estendido, além dobrar a quantidade de cachorros quentes fornecidos aos presos. Considerado de segurança Máxima, o presídio mantém trancafiados alguns integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) e “Bonde dos 13”, além do coronel reformado da Polícia Militar e ex-deputado, Hildebrando Pascoal.
Para o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Acre (Sindap), Adriano Marques, as regalias não têm amparo legal. “A direção da unidade de insegurança máxima deferiu formalmente aos presos as solicitações para assistirem TV até meia noite e comerem dois cachorros quentes aos domingos. Com a palavra o senhor governador do Estado”, ironizou o sindicalista.

 

Em fevereiro deste ano, o Sindap protocolou uma representação na qual aponta dezenas de supostas irregularidades praticadas pelo diretor. “O mais grave de tudo é esse ‘acordo de paz’ criou um clima de insegurança, pois retira toda autonomia dos agentes perante os detentos”, disse Marques, revelando que foi descoberto um plano para matar um chefe de equipe.

A reportagem tentou falar com Willam da Silva Souza, mas o telefone dele caia na caixa de mensagem. Até o fechamento deste material, também tentamos falar com a direção do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e também não tivemos êxito.

Portaria-acre

(AC24news)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui