Adalberto Valle faz dobradinha no voleibol dos JEAs

A entrega do troféu merecido/Foto: Mauro Neto

A entrega do troféu merecido/Foto: Mauro Neto
A entrega do troféu merecido/Foto: Mauro Neto
As equipes vencedoras/Foto: Mauro Neto
As equipes vencedoras/Foto: Mauro Neto

Ontem, quarta-feira (06), os JEAs foram marcadas pela dobradinha do Centro Educacional Adalberto Vale que, na base da raça, conquistou o lugar mais alto no vôlei ao vencer, pela manhã, o Centro Educacional La Salle por 2 sets a 0 no infantil, e a tarde, a Escola Estadual Waldemarina Ferreira por 3 sets a 0 no juvenil.

Pela manhã, mesmo em território adversário e com a torcida contra, o time infantil do Centro Educacional Adalberto Vale superou o nervosismo e venceu o Centro Educacional La Salle, por 2 sets a 0 com parciais de 26 x 24 e 25 x 13.

No jogo da tarde, as equipes já no aquecimento se mostravam confiantes para a partida. O ginásio Reneé Monteiro, palco da grande final, estava dividido em duas torcidas: de um lado os aluno e torcedores do Centro Educacional Adalberto Vale, do outro parte da delegação da cidade de Fonte Boa, que apoiava o time da Escola Estadual Waldemarina Ferreira com gritos de “queremos raça”.

Alheio a altura da equipe adversária, o time da cidade de Fonte Boa, “botou pressão” no representante da capital durante quase toda a partida. E nesse duelo “Davi x Golias”, o time do C.E. Adalberto Vale, levou a melhor, vencendo o jogo por 3 sets a 0 , com parciais de 25 x 17, 25 x 12 e 25 x 10.

Para o técnico da equipe, o professor Alexandre Chaves, a equipe está de parabéns, pois foram sete meses de uma preparação dura e muito foco para a competição. “Começamos dia 13 de janeiro, elas ainda estavam de férias, mas mesmo assim não faltavam. Esse grupo merece ser lembrado por um bom tempo”, disse Chaves.

A dobradinha do Centro Educacional Adalberto Vale, deu certo graças a um plano trajado pela diretoria do colégio que apostou para técnico o professor Alexandre Chaves, que nas últimas edições do JEAs foi sete vezes campeão nas categorias infantil e juvenil.

“É meu oitavo ano à frente das categorias infantil e juvenil, e o oitavo ano com títulos. Fico muito feliz porque mais um projeto deu certo, mas tudo isso é mérito das nossas atletas, são elas que jogam e se dividem entre estudar e treinar”, concluiu.

Gigantes

Entre as “gigantes” do time da capital, se destacava uma atleta por sua liderança, força de vontade e pelo seu tamanho. A aluna de 1,50m de altura, Daiane Rocha (16), era quem dava segurança a equipe do C.E. Adalberto Vale. A líbero da equipe foi um dos grandes nomes do jogo, fazendo defesas difíceis e sempre presente no ataque durante toda a partida.

Emocionada com a vitória, a aluna do 3º ano ‘A’, ficou muito feliz, pois deixa o colégio com um título na bagagem. ”Não tenho palavras para falar o quanto essa conquista significa para mim e para as minhas companheiras”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui