Advogado e junta governativa serão denunciados por formação de quadrilha

O Sindicato tendo que ser recuperado.

O Sindicato tendo que ser recuperado.
O Sindicato tendo que ser recuperado.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Especial (SindEspecial) bate o primeiro recorde negativo da categoria, no Amazonas. É o primeiro Sindicato a ter quatro liminares destituindo a diretoria eleita em pouco mais de cinco meses de mandato.
Mais, todas as liminares foram dadas pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) ao mesmo grupo e formalizadas pelo escritório do mesmo advogado, com a mesma argumentação.
Pior, as liminares sempre foram concedidas pelo TRT entre os dias 05 e 09 de cada mês, justamente nos dias que entra a mensalidade sindical. Mais impressionante ainda, é que todas as vezes que o grupo foi contemplado pelo TRT, eles passaram direto para o banco, para sacar dinheiro na boca do caixa.
Além das quatro liminares concedidas pelo TRT, para derrubar a diretoria eleita com aproximadamente 70% dos votos da categoria, mais oito delas foram negadas, que era para não dar na vista. Apesar disso, o presidente do Sindicato William Enock sempre voltou ao cargo menos de uma semana depois de deposto.
De acordo com ele, a impressão que dá é que as liminares são dadas com o objetivo único de arrecadar dinheiro para o bolso do grupo, que se diz Junta Governativa e, o do advogado desse mesmo grupo. O Sindicato que seria o objetivo, pouco importa para esse grupo que tem comportamento de saqueadores.
Segundo o presidente, nos três ou quatro dias que entram no Sindicato por força de liminares, saqueiam tudo, de computadores à cadeiras, de panelas da copa a material de expediente. Enock diz que toda vez que volta, tem que reorganizar o Sindicato. “Até as torneiras das pias e rolos de papel higiênicos, eles levaram até a quinta feira (13)”. Data que caiu a última liminar.
Não suportando ver o Sindicato ser dilapidado dessa forma, Enock resolveu contratar um advogado criminalista, para denunciar o grupo no Tribunal de Justiça. Eles terão que responder por “formação de quadrilha”, uso indevido do dinheiro da instituição sindical e dos trabalhadores, responder por roubo qualificado dos bens do patrimônio sindical, injúria e difamação.
A peça já está sendo escrita pelo advogado. Enock disse que só vai descansar quando a “quadrilha” estiver presa.

1 COMENTÁRIO

  1. Temos que acaba com essa pouca vergonha de pilantras tentando colocar junta governativa só pra roubar o dinheiro da instituição deixando a categoria no prejuízo sem consultas médicas e etc.
    Se elegemos uma diretoria temos q fazer valer a pena os votos da categoria. Deixem trabalhar direito! Bom dia!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui