Prefeito de Humaitá entra na mira do MPAM

Foto: Reprodução

Em plena pandemia de covid-19 e com mais de 7 mil casos confirmados da doença, o prefeito de Humaitá (a 580 quilômetros de Manaus), Alexandre Perote, teria promovido aglomerações em reuniões públicas no município. Os supostos encontros aconteceram no Distrito Realidade e estão sob investigação do Ministério Público do Amazonas (MPAM).

Conforme o órgão, as reuniões foram promovidas por Alexandre Perote depois de a prefeitura daquele município ter publicado um decreto, no dia 21 de maio, que proibia a realização de quaisquer eventos públicos de qualquer natureza.

Em Humaitá, mais de cem pessoas morreram em decorrência da covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui