Aleam garante espaço para que professores mostrem suas reivindicações

Foto: Divulgação

A Cessão de Tempo realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), na manhã desta terça-feira (17), onde o diretor financeiro do Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom Sindical), Lambert Melo, defendeu a campanha salarial da categoria por 15% de reajuste, foi marcada pela intensa participação dos profissionais na galeria da Casa.

Com o espaço tomado de professores, Lambert Melo, destacou a necessidade da valorização da classe que, de acordo com ele, segue em paralisação na Capital e Interior. “Somos resistência, lutamos por direitos legais e não aceitaremos qualquer ingerência na organização dos trabalhadores”, destacou Lambert Melo.

Foto: Divulgação

De acordo com assembleia geral, realizada no último dia 9, pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam), a categoria está em greve por tempo indeterminado. O pleito apontado ao Governo do Estado é o aumento salarial de 15%, sendo 5% de perdas inflacionárias e 10% de ganho real.

“Fizemos um estudo, junto ao Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos- Dieese, para que os números fossem reais e justos. Nosso pleito é justo, em nenhum momento fugimos dos debates e articulações, vamos lutar até o fim contra assédios e perseguições”, ressaltou Lambert Melo.

Foto: Divulgação

Lembrando a greve deflagrada em 2018, onde o resultado foi a recomposição salarial de quatro anos, Lambert Melo conclamou a sociedade para o fortalecimento e união dos professores e funcionários da educação. “Viemos buscar apoio e parceria da Casa Legislativa. Entendemos que a Assembleia e seus deputados são soberanos e saberão estabelecer uma ponte de diálogo”, ponderou Lambert Melo.

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, deputado Josué Neto (PSD), lembrou que o espaço de todas as categorias está assegurado pela Mesa Diretora. “Nosso papel está sendo feito, vamos receber e trabalhar para auxiliar nesse momento delicado, mas importante para o processo de democracia no nosso Estado”, comentou Josué Neto.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui