AM inicia primeira avaliação de aprendizagem da rede estadual no ano letivo de 2022

Foto: Euzivaldo Queiroz /Seduc

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, iniciou, nesta segunda-feira (09/05), a aplicação da Avaliação de Verificação de Aprendizagem do Amazonas (Avam) da rede estadual de ensino. Em sua primeira edição no ano letivo de 2022, mais de 120 mil alunos, da capital e do interior, realizarão a prova durante esta semana.

Aplicada em 591 escolas, a avaliação interna e formativa é realizada por meio da Coordenação de Avaliação de Aprendizagem e Desempenho Educacional (Caade) formada por profissionais da Secretaria de Educação e visa aferir a aprendizagem dos alunos nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

Foto: Euzivaldo Queiroz /Seduc

Nesta edição, o foco da avaliação são estudantes do 2º, 4º e 8º ano do Ensino Fundamental, e da 2º série do Ensino Médio, de acordo com as novas propostas curriculares vigentes da secretaria. Na Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Cinthia Régia Gomes do Livramento, na zona leste de Manaus, mais de 240 estudantes foram avaliados neste primeiro dia.

O coordenador da Avam, Eriberto Façanha, diz que o exame proporciona um raio-X da educação, possibilitando os ajustes necessários assim que detectados.

“Estamos trabalhando com 591 escolas, sendo 378 entre escolas e anexos no interior do estado, e 223 na capital. A Avam 2022 vai possibilitar aos professores, gestores e equipe pedagógica, proporcionar intervenções pedagógicas dentro das escolas, voltadas para a recuperação da aprendizagem dessas crianças e desses jovens, desses estudantes de todo o estado do Amazonas”, frisa o coordenador.

Foto: Euzivaldo Queiroz /Seduc

Aplicação – A pedagoga do EETI, Ligia Monteiro, comentou sobre a aplicação da prova na escola. “A Avam é muito importante para que nós possamos ver se os conteúdos que estão sendo trabalhados dentro da sala, se os alunos estão conseguindo aprender. Então, é importante para nós sabermos esse nível de conhecimento, para que nós possamos melhorar também a nossa prática pedagógica, os nossos projetos, para que nós possamos trabalhar com eles de uma forma que eles possam assimilar os conteúdos”, diz a pedagoga.

A estudante Eva Luanny, da 2ª série, confia que terá um bom resultado na prova e reforçou a importância da avaliação nas escolas para os alunos.

Foto: Euzivaldo Queiroz /Seduc

“Eu acho que tive um bom desempenho, porque não caiu nada mais e nada menos do que viemos estudando no bimestre, então acho que me saí bem. Eu acho muito importante a prova pois ela avalia como um todo, o contexto escolar, se os alunos estão, de fato, aprendendo aquilo que foi lecionado”, reitera Eva.

Avam – Criada em 2020, durante o retorno das atividades presenciais da rede estadual de ensino na pandemia, a Avam é um mecanismo para medir o aprendizado dos estudantes neste primeiro bimestre de aulas e, a partir do resultado, traçar estratégias de recuperação de aprendizagem dos alunos junto às unidades de ensino, caso necessário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui