Amazonas no Enem/2018/por escolas, não chega nem perto das 100 melhores do Brasil

Exatamente 43 alunos classificaram a Farias Brito Colégio de Aplicação na primeira pontuação no Brasil - foto: arquivo

O MEC disponibilizou agora no mês de junho de 2019, o resultado das provas do Enem, por escola, de 2018.

O levantamento feito pelos professores George Castro e Franciney Palheta, da Consultoria Macedo de Castro, no estado do Pará, mostra uma surpresa não muito agradável para o ensino no Amazonas no período que antecedeu o ano de 2018, tanto na rede priva como na rede pública de ensino.

O levantamento feito pelos professores especialistas em Enem, diz que nenhuma uma das escolas conseguiu pontuação para ficar entre as 100 melhores do Brasil, em termos de pontuação.

A primeira colocada da rede privada do Amazonas Centro Educacional Latu Senso, teve 661,11 pontos no levantamento feito pelos técnicos, seguido de Laviniense E. Integrado – Pingo de Gente, com 658,32 e Centro Educacional Latu Sensu II, com 653,19 pontos.

As da rede pública no ano de 2018, tiveram resultado ainda pior. A primeira colocada no Estado EETI Marcoantonio Vilaça II, obteve 579,53, seguindo do Colégio Militar da Polícia Militar do Amazonas, com 572,76 e a terceira colocada, a Escola Estadual Ten. Cor. Cândido J,M. com 544,90.

A escola da rede privada que ficou em primeiro lugar no Amazonas, o Centro Educacional Lato Sensu, ocupa a 205ª posição no ranking nacional. Já a escola estadual melhor classificada, a escola Marcantonio Vilaça II, ocupa a 3.544ª posição.

A pontuação da 1ª colocada das escolas da rede privada no Brasil, Farias Brito Colégio de Aplicação, alcançou a pontuação de 733,42.

Veja quadro anexo…

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui