Amazonas será destaque no Bitetti Combat 19, na Arena Tropical

Rafael Ceará(P), um dos destaques/Foto: Michael Dantas

Rafael Ceará(P), um dos destaques/Foto: Michael Dantas

Ronnys Torres, atacando, estreia na organização/Foto: Michael Dantas

Os lutadores amazonenses serão o grande destaque no Bitetti Combat 19, um dos maiores eventos de MMA do Brasil, e que desembarca em Manaus no dia 6 de fevereiro, às 19h00, na Arena Tropical, na Ponta Negra, Zona Oeste.

O evento é uma realização do ex-lutador Amaury Bitetti, com apoio da Prefeitura de Manaus/SEMJEL, Governo do Amazonas/SEJEL.

O card terá 14 lutas, sendo sete preliminares e sete principais. Para os atletas da terra, a grande oportunidade de mostrarem talento na vitrine nacional. Dos 28 lutadores escalados, 17 representam o MMA do Amazonas.

Erick luta por cinturão dos leves

O principal destaque é Erick Silva, amazonense que treina na Amazon Fit e que disputará o cinturão dos leves contra Andrezinho Nogueira, representante da Team Nogueira do Rio de Janeiro – liderada pelos irmãos Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro.

Betetti Combat 19

A outra disputa de cinturão reunirá os médios Paulo Filho, o Paulão, considerado uma lenda do extinto Pride e aluno do mestre Carlson Gracie do Rio de Janeiro, contra André Muniz “Sergipano”.

Ronys estreia

O amazonense Ronys Torres, nascido em Manacapuru e atleta da Nova União/RJ, será outra atração no evento na Arena Tropical. Ele, que é campeão do Shooto Brasil e da Champions League, estreará no Bitetti Combat contra Gilmar Manaus, amazonense que treina atualmente na academia Noguchi, de Curitiba (PR).

Chance para os novatos

Para os atletas da terra, o Bitetti Combat é um passo importante para a projeção nacional que pode abrir as portas para o UFC. Jefferson Santos, de 24 anos, da academia Kratos (Manoa, Zona Norte de Manaus), vai encarar o experiente Mário Pimba (CE) valendo pela categoria leve (até 70,2 kg). “Quero agradecer ao Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus pela oportunidade que estão dando aos lutadores amazonenses e por trazer para cá um dos melhores eventos do País”, disse Jeferson.

O lutador da Kratos tem um cartel com oito vitórias e duas derrotas. A estratégia para a luta já está traçada. “Meu adversário é muito forte no chão, então vou buscar a trocação na luta em pé, que é meu forte”, diz o manauara, especialista em muay thai, karatê e kick boxing.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui