Amazonas terá grande esquema de segurança para o Carnaval 2019

SSP-AM apresenta esquema de segurança para o carnaval 2019/Foto: Alailson Santos - PC

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) apresentou, na manhã desta sexta-feira (01/3), o esquema de segurança montado para os seis dias de carnaval na capital e interior do Estado. O efetivo do Sistema de Segurança contará com aproximadamente 1,7 mil servidores, entre policiais civis, militares, bombeiros e agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), que vão atuar para garantir a segurança dos foliões em bandas e blocos de rua, além do desfile das escolas de samba de Manaus, no sábado (02/03), no Sambódromo, Centro de Convenções.

O reforço no efetivo faz parte da nova política de Segurança Pública estabelecida pelo governador do Estado, Wilson Lima, e pelas diretrizes elencadas pelo secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Louismar Bonates, que apresentou a estrutura montada ao lado do delegado-geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, do diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, e do subcomandante do Corpo de Bombeiros na capital, major José Wilson.

Bonates destacou o trabalho de planejamento realizado pela secretaria para garantir a segurança da população que decidiu brincar o carnaval. “Fizemos todo um planejamento para estabelecermos esse efetivo, além do apoio dos demais órgãos estaduais e municipais. Estaremos com as atenções voltadas em todos os eventos para que o nosso brincante possa ter um carnaval mais tranquilo possível”.

O secretário de Segurança frisou que o consumo de bebida alcoólica por quem estiver dirigindo receberá atenção especial e o cumprimento da Lei Seca será rigorosa. Para isso, o Detran-AM terá um efetivo de cerca de 70 agentes, atuando nas proximidades dos principais eventos de rua e do Centro de Convenções, onde acontecem os desfiles das escolas de samba.

Policiamento – A Polícia Militar contará com um reforço de 800 homens, diariamente, além do efetivo que já atua normalmente na cidade, os policiais vão trabalhar em duas operações. Na primeira, “Bandas e Blocos”, os policiais militares atuarão nas festas de rua abertas ao público. A segunda, “Carnaval 2019”, levará segurança ao desfile das escolas de samba e as ações no âmbito do carnaval nos bairros, realizado pelo Governo do Amazonas.

Policiais das Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) e das tropas especializadas – Cavalaria, Canil, Rocam e Choque – estarão em campo e o helicóptero da corporação também será utilizado para o policiamento ostensivo. O comandante-geral, Ayrton Norte, explicou como será feito o trabalho de policiamento.

“A Polícia Militar estará promovendo uma segurança de qualidade em todas as bandas de rua e eventos carnavalescos e teremos, também, a atuação do nosso policiamento velado, com policiais à paisana, que atuarão para evitar furtos e qualquer tipo de violência”, ressaltou o comandante, informando ainda que a Operação Catraca, voltada para a segurança dos usuários do transporte público, também será reforçada.

SSP-AM apresenta esquema de segurança para o carnaval 2019/Foto: Alailson Santos – PC

Fiscalização e controle – A Polícia Civil contará com um efetivo de 300 policiais entre delegados, investigadores e escrivães. Durante o desfile das escolas de samba, a infraestrutura de fiscalização e acompanhamento das ações será reforçada no Sambódromo, com a instalação de uma base do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) no local, que será responsável por monitorar e dar o suporte para todas as ações do sistema de Segurança Pública.

Além disto, a Delegacia Móvel da Polícia Civil do Amazonas (PCAM) ficará posicionada em frente à Delegacia Geral (DG) para atendimento de ocorrências e Delegacias Especializadas em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI) e em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), que durante o período de carnaval funcionarão 24 horas por dia.

As delegacias de Crimes contra a Mulher (DECCM) e Homicídios e Sequestros (DEHS) terão reforço de plantão. Também serão Centrais de Flagrante os 1º, 6º, 12º, 14º e 19º Distritos Integrados de Polícia (DIPs), que atendem as ocorrências das zonas sul, norte, centro-sul, leste e oeste, respectivamente.

Um posto da Polícia Civil também será montado, a partir desta sexta-feira, no quilômetro 42 da BR-174, para dar apoio ao trabalho da Polícia Rodoviária Federal, conforme explicou o delegado-geral, Lázaro Ramos. “Teremos um plantão na estrada para que em uma ocorrência não haja a necessidade de trazermos os envolvidos para a cidade”.

Prevenção a incêndios – Para prevenção e combate a incêndios, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) contará com 417 bombeiros – 287 na capital e 130 nos municípios do interior. Destes, 53 bombeiros militares atuarão no Sambódromo, no sábado, durante o desfile das escolas de samba.

“Estaremos prontos para dar atendimento a ocorrências de salvamento, combate a incêndio e nossas atividades técnicas. Estaremos, ainda, fazendo vistorias em bandas e blocos de rua da cidade”, explicou o subcomandante dos Bombeiros na capital, major José Wilson.

O efetivo do Corpo de Bombeiros será composto, ainda, por equipes do Grupo de Resgate em Altura e da Diretoria de Atividades Técnicas para fiscalização e orientação quanto aos fogos de artifício utilizados em shows pirotécnicos. Ao todo, seis viaturas, sendo três de combate a incêndio, uma de resgate e uma de apoio administrativo, estarão a postos para pronta-resposta em caso de incidentes.

Disk Pileque – Além do efetivo de agentes que vão participar das ações que serão reforçadas no entorno dos principais blocos e bandas e entorno do Sambódromo, o órgão também realizará ações educativas, e disponibilizará o serviço do “Disk-Pileque – ‪99438-6107‬” para resgatar quem não tiver condições de dirigir até em casa.

Estarão disponíveis, inicialmente, quatro viaturas para o serviço que inicia a partir das 17h desta sexta-feira (1º) e segue até às 12h da quarta-feira (06/03). Caso seja necessário, mais viaturas do órgão serão colocadas à disposição.

O diretor-presidente do órgão, Rodrigo de Sá, falou sobre como órgão se organizou para o trabalho neste período. “Faremos todo um trabalho voltado para evitar a combinação nefasta de álcool e direção e vamos atuar primeiramente na parte educativa. Em seguida faremos o trabalho efetivo de fiscalização em todas as zonas da cidade, em que teremos 15 aparelhos de bafômetro e todos os motoristas que forem parados serão convidados a realizar o teste”.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui