Anatel aguarda autorização para realizar novo certame em 2021

Sede da Anatel no Distrito Federal, Brasília/Foto: Divulgação

Dentre os concursos do DF mais esperados está o processo seletivo para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A assessoria da empresa informou ao Gran Cursos Online que estão faltando 333 servidores, o que faz a realização de um novo certame ser necessária. O pedido já foi feito e a Anatel aguarda a autorização.

O último concurso ocorreu em 2014 e seu prazo terminou em 2017. Foram ofertadas 100 vagas para os cargos de Técnico Administrativo, Técnico em Regulação, Analista Administrativo e Especialista de nível médio e superior. As remunerações variaram de R$ 7.016,67 a R$ 13.807,57.

No ano seguinte, em 2018, o pedido para abertura de processo seletivo foi feito, porém a Anatel recebeu uma negativa e não pôde realizar a prova.

No final de maio de 2020, a solicitação de um novo concurso público foi enviada ao Ministério da Economia, mas ainda está sem resposta. A expectativa é de que o edital seja liberado no início de 2021, depois de ser aprovado também pelo Governo Federal.

Os cargos a serem ofertados são de Especialista e Técnico em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações, com 91 e 64 vagas, respectivamente, além de Analista Administrativo, com 43, e Técnico-Administrativo, com 73 vagas.

As remunerações iniciam-se em R$ 7.388,37, para funções que não exigem curso superior, e vão até R$ 19.541,88, para as que necessitam de formação acadêmica. Todos recebem o benefício de vale-refeição de R$ 458,00.

Etapas da prova

Da última vez em que a prova organizada pelo Cespe/UnB foi realizada eram dois tipos de exame: um destinado aos candidatos a vagas de nível superior, que foi dividido em duas etapas – objetiva e dissertativa –, e outro para as funções que só pedem Ensino Médio completo, realizado em uma etapa com questões objetivas. Ambos tiveram caráter eliminatório e classificatório.

As taxas de inscrição iam de R$ 50,00 a R$ 100,00, de acordo com o cargo almejado pelo candidato. Os que passassem e fossem admitidos trabalhariam em Brasília, de acordo com as necessidades da Anatel, segundo o edital n° 01/2014.

Exame objetivo

Esta etapa apresentou 120 questões. Dentre elas, 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específico. O total das perguntas somou 120 pontos.

Exame discursivo

Nesta etapa, aplicada apenas aos candidatos com diploma universitário, era obrigatório redigir uma redação de até 30 linhas e responder uma quest e a resposta de uma questão que deveria conter 15 linhas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui