Anatel vai apurar falhas do serviço de internet no interior do Amazonas

Foto: Reprodução / Internet

Com mais de 45 milhões de brasileiros sem acesso aos serviços de telecomunicação (telefonia móvel e internet) no país, a situação no interior dos Estados da Região Norte é agravada pelas dificuldades logísticas e falta de investimentos na ampliação da rede de fibra óptica e antenas de transmissão.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vai apurar as falhas que prejudicam a qualidade do sinal.
Essa realidade sentida por milhões de amazônidas foi objeto de Audiência Pública, em que as operadoras admitiram falhas e necessidades de mais investimentos nas regiões remotas do Norte do Brasil, mas ao mesmo tempo afirmam que a viabilidade desses aportes está diretamente ligada à aprovação de políticas públicas voltadas ao setor.

As principais políticas citadas pelas teles dizem respeito ao leilão do 5G e à regulamentação do fundo instituído pela Lei Fust (Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações), que possui R$ 117 bilhões destinados ao setor.

Questionado sobre as ações do órgão para os problemas citados, Nilo Pasquali, superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), afirmou que a pasta está em fase final na construção do selo de qualidade, com uma nova modelagem que irá avaliar a qualidade dos serviços em locais onde há estrutura construída, mas que não atende a população. O levantamento será realizado por municípios, recorte que a agência não fazia até então.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui