Anderson Silva pede privacidade e diz que não comenta sobre adeus

O doloroso drama de Anderson Silva/Foto: AP

O doloroso drama de Anderson Silva/Foto: AP

A Zuffa, LCC, empresa proprietária do UFC, publicou, no final da tarde de ontem, domingo (29), comunicado sobre a situação de Anderson Silva, que no último sábado sofreu fratura na perna esquerda, em derrota para Chris Weidman em revanche pelo cinturão dos médios. De acordo com o texto, o brasileiro não tomou decisão sobre a possibilidade de aposentadoria depois do segundo revés e pediu privacidade enquanto se recupera.

“Anderson está profundamente tocado pela manifestação de apoio de seus fãs e toda a comunidade do MMA. Não houve nenhuma decisão imediata sobre o seu futuro, e ele gentilmente pede privacidade neste momento enquanto ele lida com sua lesão e se prepara para voltar para casa para se recuperar”, informou a Zuffa.

Anderson fraturou a perna esquerda ao acertar chute no joelho de Weidman no UFC 168. Imediatamente após o golpe, o ex-campeão dos médios desabou no octógono com as dores da fratura. Levado a um hospital de Las Vegas, o brasileiro passou por cirurgia que inseriu a haste intramedular em sua tíbia esquerda. A fíbula quebrada foi estabilizada.

Mais tarde, Anderson foi ao Instagram e escreveu mensagem para os fãs. “Quero agradecer a todos meus fans e amigos pelas mensagem de suporte e carinho, estou bem e agora preciso estar junto da minha família, um bom descanso junto aos meus filhos e esposa vai me ajudar na recuperação. Obrigado Brasil”.(Terra)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui