Antonia Fontenelle será investigada por xenofobia em fala sobre DJ Ivis

Antonia Fontenelle em vídeo publicado no Youtube - Foto: Reprodução/Youtube

A Polícia Civil da Paraíba determinou hoje a abertura de uma investigação contra Antonia Fontenelle pelo uso de “expressões aparentemente preconceituosas e xenofóbicas” em sua fala sobre o DJ Ivis, preso ontem e investigado por agredir a mulher.

O inquérito será realizado na Delegacia Especializada de Crimes Homofóbicos, Raciais e Étnicos. O delegado responsável pelo caso, Pedro Ivo, afirma: “Expressões como ‘paraibada’, como ‘esse Paraíba’, são expressões que aparentemente caracterizam crime previsto no artigo 20 da Lei 7716 de 1989, a chamada Lei do Racismo, que prevê penas para condutas criminosas de intolerância em geral”.

Procurada pelo UOL, Antonia Fontenelle enviou um pronunciamento de seu advogado:

A Antonia está sendo vítima de calúnia, pois teve a fala deturpada e retirada de um contexto, quando manifestou indignação nas redes sociais a respeito da violência doméstica praticado pelo DJ Ivis contra a esposa, fato divulgado em mídia nacional.

Ela jamais teve a intenção de ofender o povo da Paraíba, apenas manifestou opinião sobre o covarde comportamento de um paraibano em específico, do qual temos certeza que não é orgulho para nenhum de seus conterrâneos no momento.

Delegado que determinou a instauração do inquérito policial certamente está sendo induzido a erro, mudaram o foco da quesstão. Com a investigação será elucidado o fato específico, minha cliente não cometeu o suposto crime alegado.

A situação vem causando um abalo imensurável a honra de Antonia, e eventual denunciação caluniosa será apurada, sob as penas da Lei.

Uol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui