Apesar das alternâncias no PROS, ainda assim, sou candidato – por Professor José Melo

Professor José Melo de Oliveira -Foto: recorte/vídeo

A presidência do Pros está alternando de mãos há algum tempo. Fiquei a margem desses movimentos, mas continuei filiado ao partido por acreditar nos seus valores.

No dia 4 de agosto, um grupo que estava fora da administração do partido realizou uma convenção sem a devida legitimidade e, sem cumprir qualquer exigência regimental.

No momento da nossa convenção, ocorrida no dia 5 de agosto (dentro do prazo estabelecido no calendário das eleições de 2022), estava no poder, por determinação de uma liminar do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a Executiva Estadual pela qual participei na convenção. As duas Atas foram registradas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

No dia 12 de agosto, ou seja, uma semana de expirado o prazo para a realização de convenção, o PROS-AM promoveu a terceira reunião para a homologação dos nomes dos candidatos no pleito deste ano.

A terceira ata foi entregue ao TRE contendo a unificação, quase integral, dos dois documentos anteriores, mas excluíram o meu nome, apesar de ter participado legitimamente na convenção do dia 5.

Eu fundei o PROS no Amazonas. Trouxe vários prefeitos e lideranças políticas para o partido. Muitos amigos se filiaram seguindo o meu exemplo, que fui o primeiro a me filiar aqui no Amazonas.

Inscrição

Recorri à justiça para ter o meu direito garantido de me candidatar a deputado estadual pelo Amazonas, local onde nasci e que tanto amo.

Estou inscrito, estou na relação dos 423 candidatos a deputado estadual e, assim como todos, estou aguardando a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com a paciência de quem sabe que a justiça sempre prevalecerá!!!

Professor José Melo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui