Arqueiro indígena amazonense disputará o Pan-Americano no México

Atleta Gustavo Paulino - Foto: Mauro Neto

O atleta Gustavo Paulino, de 23 anos, do Centro de Treinamento de Alto Rendimento (Ctara), administrado pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), vai disputar os Jogos Pan-Americanos de Tiro com Arco, que acontecem no México de 24 a 29 de março. Gustavo conquistou vaga na Seleção Brasileira principal em novembro passado e viaja no próximo dia 14 para o Rio de Janeiro, para uma concentração antes da competição.

Gustavo é indígena da etnia Karapãna e iniciou na modalidade em 2014. Desde então passou a levar o esporte a sério e, já em 2016, ao alcançar destaque nos campeonatos estaduais, chegou ao nível profissional, tornando-se atleta de alto rendimento.

Já na Seleção, o arqueiro indígena disputou, nos dias 6 e 8 de fevereiro, a vaga para representar o Brasil no time principal, e assegurou a sua ida ao México.

Atleta Gustavo Paulino – Foto: Mauro Neto

Após o Pan do México, Gustavo terá outras duas batalhas, que são as seletivas para saber quem serão os atletas que vão representar o Brasil no mundial da modalidade, a serem realizadas em duas fases, sendo a primeira na Guatemala, em abril; e a segunda e mais importante em maio, na Alemanha, que também vai valer vaga para as Olímpiadas de Tóquio, no Japão.

Apoio – Atualmente o arqueiro mora no hotel da Vila Olímpica de Manaus, no bairro Dom Pedro, e conta com todo o aparato oferecido pelo Ctara, que vai desde a academia, ao atendimento multiprofissional com treinadores, fisioterapeutas, entre outros.

Para ele, o apoio oferecido tem sido essencial nas conquistas dentro do alto rendimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui