Arthur ‘peitou’ Caminhoneiros, mas ‘se perde’ na negociação com Rodoviários

Arthur Neto no seu palanque predileto, a imprensa, peitando os caminhoneiros - foto: You Tube

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), que andou “peitando” o movimento nacional dos caminhoneiros, não está conseguindo resolver o problema doméstico dos transportes da cidade que ele deveria administrar.

Arthur tem usado o seu palanque predileto, a imprensa, para fazer as suas bravatas, em vez de resolver o problema dos transportes da cidade. Em seis (06) anos de administração. Um mandato e meio depois, Atthur Neto do PSDB, não conseguiu implantar sequer uma ciclovia em Manaus.

O BRT, que foi o seu mote de campanha, do primeiro e do segundo mandato, não saiu do papel. O máximo que o prefeito fez, foi um (risco azul e branco no asfalto), que ele chama de BRT.

Arthur Neto no seu palanque predileto, a imprensa, peitando os caminhoneiros – foto: You Tube

Na greve dos rodoviários, que hoje (01/06) chega ao seu terceiro dia de paralisação, com 100% dos trabalhadores de braços cruzados, o máximo que Arthur tem feito é ir “para a imprensa”, dizer que vai imputar pesadas multas, aos trabalhadores. Quanto às multas e intervenção no sistema, que ele deveria ter autoridade para isso, ele nem tem falado no assunto.

Arthur sabia da paralisação, ele foi avisado pelos rodoviários. Ele sabia das dificuldades do setor de transportes urbanos de Manaus. Ele recebeu relatório da Comissão de Transportes da Câmara de Vereadores, mês passado, com toda a explicação necessária sobre a falência do Sistema e não deu ouvidos.

Se existe alguém que deve ser responsabilizado pelo problema no setor, tanto dos coletivos, especial, fretamento, alternativos e os de aplicativo, esse nome se chama Arthur Virgílio Neto, que hoje sequer consegue tampar os buracos que proliferam em todas as ruas da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui