Assassino de conselheiro tutelar é condenado a 18 anos de prisão

Foto: Divulgação

AMAZONAS – Um homem foi condenado a 18 anos de prisão pelo homicídio de um conselheiro tutelar em Novo Airão, no interior do Amazonas. O crime ocorreu em 2021, na Praça Municipal da cidade.

Momentos antes do homicídio, a vítima foi vista discutindo com o suspeito. Logo em seguida, o homem sacou uma arma e efetuou os tiros.

Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Amazonas, o crime teria ocorrido por desavenças pessoais.

“Em relação às circunstâncias do crime, o fato de agir mediante recurso que dificultou a defesa do ofendido deve ser considerada. As consequências do delito foram relevantes […] uma vez que a vítima era pai de família com filho ainda menor”, observou o juiz Túlio de Oliveira Dorinho na sentença.

Após ser condenado pelo Tribunal do Juri, a pena foi definida em 18 anos de prisão. Como o réu já estava preso, a pena final a ser cumprida pelo réu é de 16 anos, 11 meses e 25 dias, em regime inicial fechado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui