Atletas do projeto ‘Nandinho’ participam do Brasileiro de Jiu-Jítsu, em São Paulo

Alunos do projeto "Nandinho", em São Paulo

Alunos do projeto “Nandinho”, em São Paulo/Foto: Divulgação

Seis atletas do projeto “Nandinho”, desenvolvido pela Polícia Civil do Amazonas, sob a coordenação do investigador da instituição Melquisedeque Galvão, participam do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jítsu Esportivo 2014, que termina hoje, domingo (18), promovido pela Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu Esportivo (CBJJE).

O evento será realizado no Ginásio Mauro Pinheiro, no Complexo Esportivo Ibirapuera, localizado na rua Abílio Soares, na cidade de São Paulo. De acordo com o investigador e idealizador do projeto “Nandinho”, Melquisedeque Galvão, além de participarem do evento esportivo na capital paulista, os atletas estão aproveitando a oportunidade para conhecerem o projeto social “Lutando pelo Bem”, criado pelo mestre de Jiu-Jítsu Cícero Costha.

Melquisedeque destacou que o projeto “Nandinho” contou ainda com o apoio da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), que disponibilizou duas passagens áreas para a equipe, além da empresa Centro do Alumínio, Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas (Sinpol-AM), Midway Suplementos e Infortrade.

Histórico

Inicialmente, denominado “Ferinhas do Jiu-Jítsu”, o projeto, criado em fevereiro de 2011, passou a ser chamado de “Nandinho” em homenagem ao aluno Fernando de Araújo Corrêa Filho, falecido em 2012. A academia está localizada no Conjunto Oswaldo Frota, bairro Cidade Nova 1, no segundo andar da casa onde “Nandinho” morava. Atualmente mais de 100 alunos, com idades entre 4 a 17 anos, são contemplados pela iniciativa, que leva a assinatura da Polícia Civil do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui