Autoridades se reúnem em Tabatinga para estratégias de combate ao coronavírus

Foto: Reprodução

Após reunião entre representantes do Ministério Público do Amazonas (MPAM), por meio da Promotoria de Justiça, Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus) terá estratégias de enfrentamento à segunda onda da covid-19. No plano estão a entrega e utilização de oxigênio ao hospital.

Uma das reuniões tratou sobre a quantidade de oxigênio que seria fornecida ao município, que são 115 cilindros que devem chegar até quarta-feira. Dessa quantidade, 85 cilindros serão oriundos do Hospital de Guarnição de Tabatinga (HGUT) e 30 da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). A cidade de Letícia está ajudando no abastecimento dos cilindros, por meio do acordo entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) com o governador do distrito de Amazônia, que soma a quantia de sete cilindros já disponíveis.

A segunda reunião foi sobre a quantidade de profissionais e a proposta de contratação de pessoal para a Ala de Covid. Foi proposta a contratação de dois médicos pela prefeitura, ficando, cada médico, com uma contratação de 20 horas semanais, totalizando 40 horas pelo HGUT. A prefeitura também poderá ceder mais oito técnicos de enfermagem, uma assistente social, uma fisioterapeuta, um técnico de radiologia e dois técnicos de serviços gerais.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui