Bancos devem disponibilizar cédulas de todos os valores em seus caixas eletrônicos

Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), ao Projeto de Lei 207/2018 que obriga agências bancárias a disponibilizarem cédulas e moedas de todos os valores existentes na moeda brasileira em seus estabelecimentos e nos terminais de autoatendimento, no município de Manaus. A proposta, de autoria do vereador Marcelo Serafim (PSB) seguiu para comissão de Finanças, Economia e Orçamento (Cefeo), nesta terça-feira (19/3).

Segundo dados do Banco Central do Brasil (BC), 35% das moedas em circulação no País estão entesouradas, ou seja, guardadas ou esquecidas. A instituição também informa que, considerando o total de moeda circulante, chega-se ao número estimado de 8,7 bilhões de moedas acumuladas, o equivalente a cinco anos de produção. O valor corresponde a R$ 1,4 bilhão.

Marcelo Serafim explica que a situação é mais grave nos terminais de autoatendimento, onde as cédulas de menor valor são escassas. Ele disse que os bancos disponibilizam apenas cédulas de R$ 20, 50 e 100. De acordo com o vereador é preciso fazer com que o dinheiro de metal volte a circular, e assim, facilitar os negócios no comércio.

Foto: Reprodução

“A dificuldade de acesso as cédulas e moedas de menor valor prejudicam principalmente as pessoas mais humildes, que enfrentam filas desnecessárias, nas agências bancárias, para sacar pequenos valores”, ressalta o vereador.

Para o publicitário, José Raimundo da Costa, 59, a proposta do parlamentar vai ajudar o consumidor na hora de fazer pagamentos. Ele relata que precisa enfrentar filas para retirar todo seu salário, visto que os caixas eletrônicos não disponibilizam notas menores e muito menos moedas. “Um projeto de grande destaque esse que propõe a circulação de moedas nos caixas eletrônicos. Vai facilitar a nossa vida e assim não vou ser obrigado a deixar meu dinheiro para o banco”, declara.

Fonte: CMM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui