Bandidos libertam reféns após balear dois policiais no interior de SP

Grupo se entregou à polícia em Piedade — Foto: Reprodução/TV TEM

Criminosos que fizeram reféns em um restaurante que fica às margens da rodovia SP-79, em Piedade (SP), libertaram os 11 reféns na tarde desta terça-feira (9). Eles renderam as vítimas após balearem dois policiais rodoviários durante uma tentativa de assalto a um caminhão na rodovia Régis Bittencourt, em Miracatu, região de Santos.

O grupo de seis homens liberou os reféns às 15h20 e se entregaram. Eles estavam rendidos desde às 13h.

Equipes do Comando e Operações Especiais (COE) e do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) estão no local. O trecho entre os quilômetros 136 e 138 está interditado.

Criminosos fazem reféns em restaurante em Piedade — Foto: Priscila Mota/TV TEM

De acordo com a Polícia Militar, dois policiais rodoviários federais foram baleados após tentarem evitar o roubo de um caminhão na manhã desta terça-feira (9) na Rodovia Régis Bittencourt, em Miracatu.

Os ladrões, então, fugiram pela Serra de Juquiá, foram localizados pela polícia e houve troca de tiros.

Ainda de acordo com a polícia, na sequência eles entraram no posto, em Piedade, renderam pessoas que estavam dentro do restaurante. Policiais cercaram o local com ajuda do helicóptero Águia da PM.

Cápsulas de fuzil ficaram espalhadas em rodovia de Piedade — Foto: Priscila Mota/TV TEM

Tentativa de assalto

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os policiais estavam em operação no km 354 da rodovia quando perceberam que um caminhoneiro estava sofrendo uma tentativa de assalto.

Imediatamente, os policiais fizeram a abordagem, mas foram surpreendidos pelos suspeitos que portavam fuzis.

A quadrilha disparou contra os policiais e dois ficaram feridos. Um agente foi alvejado na perna e outro foi atingido de raspão. Equipes da PRF e da Polícia Militar fazem buscas pelos suspeitos no entorno da rodovia.

Grupo faz reféns em restaurante em Piedade — Foto: Arquivo pessoal

Segundo informações preliminares, os criminosos fazem parte de uma quadrilha de roubo de cargas. Os carros que eles usavam têm placas de Guarulhos, Barueri e Santa Bárbara D’oeste.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui