Bandidos roubam celulares avaliados em R$ 3,8 milhão no Galeão

Os celulares foram levados para a Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré - Foto: Divulgação

Um roubo milionário de celulares, avaliado em R$ 3,8 milhões, foi denunciado, nesta quarta-feira (18), pelo diretor de Segurança do Sindicato de Empresas de Transporte Rodoviário e Logística do Rio de Janeiro (Sindicarga), coronel Venâncio Moura. O crime foi cometido no terminal de carga de Aeroporto do Galeão, na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, no último domingo (15).

No momento da ação criminosa, por volta das 21h30 de domingo, três suspeitos em um caminhão invadiram o terminal de carga. Eles usavam uniformes semelhantes aos dos funcionários. Entre os aparelhos, está o Samsung S9, que vale quase R$ 3,8 mil cada.

Graças a rastreadores dos celulares, a polícia descobriu que o material foi levado para a Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, ainda na Zona Norte. Apesar de saber o local e ter sido acionada, a polícia não comparece à comunidade.

Os celulares foram levados para a Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré – Foto: Divulgação

“A PM alegou que não tinha recursos para ir à favela. A DRFC (Delegacia de Roubos e Furtos e Cargas, unidade da Polícia Civil responsável por investigar roubos de cargas) também está sem condições, sem blindados”, afirmou Venâncio Moura, em entrevista ao Extra. Os modelos ainda nem tinham chegado às lojas. A assessoria de imprensa da Polícia Militar ainda não se pronunciou sobre a ação criminosa.

O consórcio RIOGaleão informou que está à disposição para apoiar as investigações sobre o crime: “O RIOgaleão está à disposição para apoiar as investigações dos órgãos responsáveis sobre o assalto ocorrido no último domingo (15/04), às 21h40, no terminal de cargas destinado às companhias aéreas nacionais”.

Fonte: Notícias ao Minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui