Benjamin Constant e Atalaia do Norte recebem projeto Trilhas do Saber

Foto: Arquivo pessoal

Os municípios de Benjamin Constant e Atalaia do Norte, ambos da calha do Alto Solimões, serão as próximas cidades a receber os itinerários do Trilhas do Saber, um dos projetos prioritários do Educa+Amazonas, do Governo do Estado. Até o fim de 2022, outros 21 novos municípios vão sediar as formações.

Realizados pelas equipes do Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta (Cepan) e Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), os cursos ocorrem na forma presencial, por meio de palestras, rodas de conversa, minicursos e oficinas pedagógicas.

Levando formação aos profissionais das redes estadual e municipal, as atividades do projeto serão realizadas nesta segunda e terça-feira (06 e 07/06), em Benjamin Constant (a 1.121 quilômetros de Manaus); e na quinta e sexta-feira (09 e 10/06), em Atalaia do Norte (distante 1.138 quilômetros da capital). Ao final, os participantes recebem certificados com carga horária de 14 horas.

Foto: Arquivo pessoal

Ao todo, serão 1.120 vagas disponíveis para as formações de professores, gestores, pedagogos e administrativos, com cursos abordando temáticas relacionadas ao fazer pedagógico, com aulas expositivas e dialógicas, debates e socialização de relatos de experiências.

Expectativa

A coordenadora regional de Atalaia do Norte, Márcia Rodrigues, diz que os conterrâneos estão ansiosos pelas formações e acredita que o projeto vai melhorar o desempenho dos profissionais da rede estadual.

“Estamos com grande expectativas, porque uma capacitação de maneira continuada pode ser a maior aliada na hora de melhorar a qualidade de ensino. O que esperamos do Trilhas é que, após o curso, nossos professores saiam mais estimulados, mais capacitados, quanto ao desenvolvimento de habilidades para a melhoria dos métodos de ensino”, pontua a coordenadora.

Temas

As temáticas abordadas no Trilhas do Saber de 2022 são divididas entre docentes do Ensino Fundamental para Anos Iniciais e Anos Finais, nas quais serão abordados as propostas curriculares e pedagógicas, os novos caminhos para o processo de ensino-aprendizagem e Referencial Curricular Amazonense (RCA).

Foto: Arquivo pessoal

Para os docentes do Ensino Médio, os temas são pautados nas principais mudanças do Novo Ensino Médio (NEM), os Itinerários Formativos e suas possibilidades pedagógicas, além do Itinerário Formativos na prática. Para os docentes de modalidades diversas, são abordadas as tecnologias digitais, a construção de uma educação que faz sentido, Educomunicação, ensino híbrido e autonomia de aprendizagem.

Nos percursos da Educação Especial, os formadores abordam a educação inclusiva, metodologias e materiais acessíveis, e a produção de materiais pedagógicos adaptados para alunos com transtorno do espectro autista, deficiência intelectual, cegos e surdos. Os gestores poderão se aprimorar em liderança, no NEM, e no painel de gestão escolar.

O público administrativo, composto de secretários, merendeiros, auxiliares de serviços gerais e outros profissionais, terá formação sobre o currículo no chão da escola, comportamento organizacional, competências socioemocionais, projetos de vida e novas perspectivas profissionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui