“Blocão de Centro Esquerda” conta com reforço de Conceição e Rebecca Garcia

Conceição e Rebecca Garcia/Foto: Divulgação

Após conseguirem trazer para junto das suas fileiras, o ex-governador e presidente da Assembléia Legislativa do Amazonas (ALE), David Almeida, os dirigentes dos partidos de centro-esquerda que compõe o chamado “blocão” como PT, PCdoB, PSB, e PSD, já contam agora com uma outra aquisição peso-pesado: trata-se de nada mais, nada menos do que a ex-deputada e ex-superintendente da Suframa, Rebecca Garcia (PP).

Rebecca Garcia foi uma das gratas surpresas da última eleição suplementar para o Governo do Amazonas neste ano alcançando a votação recorde de 270 mil votos de eleitores.

Rebecca só não compareceu a conferência dos partidos do “blocão” realizada no fim de semana na ALE, porque não foi localizada a tempo, mas delegados e dirigentes afirmam que ela praticamente acertou sua vinda para reforçar a nova força política que está se formando no Amazonas.

Rebecca e seu partido o PP já deram indicações que romperam definitivamente com a direita no Amazonas ao não apoiar nem Amazonino e nem Eduardo Braga no segundo turno da eleição suplementar deste ano.

Ao se juntar ao “blocão”, Rebecca traz a tiracolo outra parlamentar com grande potencial e que vem surgindo como uma das novas estrelas da política baré: a deputada federal Conceição Sampaio, também, filiada ao PP.

Conceição e Rebecca Garcia/Foto: Divulgação

Aliás, a indicação que Rebecca rompeu definitivamente com a direita e com as velhas oligarquias, foi liberar Conceição Sampaio para votar duas vezes pelas continuações das investigações do presidente Michel Temer.

As aquisições não devem parar por aí. Também, com ajuda e influência de David Almeida, outro que deve se juntar ao “blocão” é o deputado e ex-presidente da ALE, Abdala Fraxe (Podemos).

Se continuar como está com aquisições de políticos com perfil independente, éticos e sem manchas como envolvimento em corrupção, o “blocão” deve enterrar nas eleições de 2018, as velhas oligarquias políticas como Amazonino Mendes, Eduardo Braga, e Arthur Neto, que a cada dia que passa estão ficando isolados e sem apoio político algum no Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui