Bolsonaro sem máscara e crise na saúde são alvos de protesto em Manaus

Presidente sem máscara na frente de centro de convenções — Foto: Reprodução

Em meio à pandemia de covid-19, a visita do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em Manaus causou aglomeração nas proximidades do Centro de Convenções Vasco Vasques, na manhã desta sexta-feira (23) em Manaus. Apoiadores do presidente o receberam e fizeram questão de cumprimentá-lo, sem máscaras e desrespeitando o distanciamento social.

Houve também os manifestantes contrários ao presidente, que protestavam contra o título de Cidadão Amazonense dado a Bolsonaro pela Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). Com faixas, eles repudiavam a decisão do parlamento estadual e também gritavam “genocida” para o presidente.

“É revoltante que ainda existam pessoas dão total apoio às coisas que esse maluco faz e fala. Milhares de pessoas morrendo de covid-19 e, por aí, milhares de negacionistas espalhados contra a vacina”, disse a professora Tatiana Melo, presente no ato contra Bolsonaro na manhã desta sexta-feira, em Manaus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui