Bruna Marquezine apresentará ensaio de Natal do instituto de Neymar

Bruna Marquezine - Foto: Reprodução/Instagram

Separada de Neymar desde outubro e sem planos de reatar o relacionamento, Bruna Marquezine vai apoiar o ex-namorado como apresentadora do ensaio de Natal do evento Behind the Scenes, do Instituto do jogador, no próximo dia 26 de novembro, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Mãe do atleta, Nadine Gonçalves confirmou a novidade em seu perfil do Instagram na noite de sexta-feira (23) ao convidar os internautas para participarem da gravação da atração.

“O Instituto Neymar convida você a assistir com exclusividade os bastidores do Feliz Natal Believe. O evento terá a participação do coro infantil Jolie, formado pelas crianças refugiadas, e será apresentado por Bruna Marquezine”, legendou a empresária. De volta ao Brasil após dias em Portugal, a artista curtiu a publicação e deixou um comentário com um coração vermelho.

Bruna Marquezine – Foto: Reprodução/Instagram

Neymar ajudou a ex a superar depressão: ‘Teve sensibilidade’

Em setembro, Marquezine movimentou as redes sociais ao revelar que passou por depressão em determinado momento de sua carreira devido as cobranças pelo corpo perfeito. Além de alertar os fãs sobre esse tipo de pressão, a carioca destacou também o apoio que recebeu de Neymar para superar a fase delicada. “A gente sempre foi muito amigo e ele foi uma das poucas pessoas que teve a sensibilidade de perceber que algo estava fora do comum. Ele sempre tentava ajudar, conversar, mesmo quando não estávamos namorando”, disse.

‘Não entendia porque eu estava tão infeliz’, recorda atriz

Premiada como It Girl em evento internacional, a carioca acrescentou ainda que a maneira com que o craque a tratou – diferente das demais pessoas – ajudou bastante. “O que acontece muito é que uma vez diagnosticada com depressão, as pessoas falam: ‘sai dessa, você vai ficar bem’. Esse é o pior conselho porque você quer sair dessa, só que você não sabe como. As pessoas diziam que minha vida era maravilhosa e eu pensava: ‘é verdade, mas eu estou infeliz. Eu sou um lixo de ser humano, né, porque se minha vida é maravilhosa e eu estou assim… Ele era o único que não fazia isso. Ele falava: ‘estou aqui, vamos conversar, você está melhor? O que você está sentindo?’. Isso é importante, porque às vezes nem a gente entende o que está sentindo. Não entendia porque eu estava tão infeliz, porque eu me olhava e não gostava de nada”, explicou.

Fonte: MSN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui