CECI encerra temporada de atividades 2016 e promete novidades para o novo ano

Centro Estadual de Convivência do Idoso (CECI)/FOTO: ANTONIO LIMA/SEJEL

O Centro Estadual de Convivência do Idoso (CECI), localizado na Aparecida, encerrou a temporada de atividades 2016 na manhã desta terça-feira, dia 06, com uma bonita confraternização entre os frequentadores do local. A expectativa da terceira idade fica agora por conta da volta às aulas, que deve ocorrer em março, com muitas novidades do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

“Com esse recesso, vamos nos programar ainda mais para o ano que vem, e pretendemos trazer mais atividades que beneficiem a todos. Esse ano foi bem produtivo, tivemos muitos momentos bacanas e eventos que movimentaram não só os idosos, mas também o público jovem e não será diferente no próximo ano”, disse o coordenador do centro, Allan Kardec, ao informar que por mês o CECI recebe mais de dois mil idosos.

Ainda segunda Allan, é que para 2017 mais vagas serão abertas para o Centro. “A boa notícia fica por conta que teremos novas ações ano que vem no CECI e as vagas vão abrir para ainda mais pessoas. Ou seja, além desses que aqui frequentam, teremos ainda mais idosos espertos, felizes e de alto astral”, destacou.

No CECI são oferecidas diversas atividades, como danças, ginásticas, funcional, pilates, hidroginástica, dança circular, fisioterapia, entre outras. Para a aposentada Maria Saraiva, de 59 anos, as aulas de ginástica e hidroginástica são motivos de alegria.

Centro Estadual de Convivência do Idoso (CECI)/FOTO: ANTONIO LIMA/SEJEL

“Estou no CECI há dois meses, mas apesar do pouco tempo, já é notável as mudanças que as atividades promoveram em mim. Agora tenho muito mais disposição, e principalmente, a saúde tem melhorado. Sou muito feliz por todos os dias estar aqui e poder usufruir das atividades. Temos que comemorar mesmo” conta.

Com 89 anos, dona Rosalina Seffaina, há dois anos não perde uma aula de dança circular. Duas vezes por semana, ela “bate ponto” no CECI. “Eu gosto muito de dançar, essa paixão vem de muitos anos atrás e é difícil de abandonar, pois é minha melhor diversão. Aqui eu consigo me divertir e ser de bem com a vida”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui