Cema começa a receber testes de antígeno adquiridos pelo Governo do Amazonas

Foram entregues 25 mil testes, do total de 200 mil adquiridos com recursos do estado - Foto: Tácio Melo/Secom

A Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) recebeu 25 mil testes rápidos de antígeno, do total de 200 mil adquiridos, emergencialmente, pelo Governo do Amazonas para diagnóstico do Covid-19. Os testes vão atender à demanda das unidades da Rede Estadual Saúde, na capital e interior. O quantitativo restante, 175 mil testes, será entregue nos próximos dias pelo fornecedor.

Ao lado da vacinação, a ampliação do diagnóstico e o rastreamento de contatos são estratégias prioritárias do Plano de Contingência Estadual, para impedir o aumento do contágio pela Covid-19 no Amazonas.

“Estamos caminhando em duas frentes importantes, a grande mobilização em torno da vacinação, para evitar, principalmente, as internações e os óbitos. Queremos ser o primeiro estado a alcançar a meta de vacinar 70% da população, por isso os mutirões. Ao mesmo tempo, estamos trabalhando na ampliação do diagnóstico, testar mais, para que possamos isolar o doente, rastrear os contatos e quebrar a cadeia de transmissão do vírus”, disse o secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad.

Conforme a coordenadora da Cema, Eunice Mascarenhas, a aquisição emergencial foi para evitar o desabastecimento, tendo em vista a morosidade do processo licitatório em decorrência de um número elevado de impugnações. “Como houve uma demora significativa entre o início do pregão e sua conclusão, foi necessária a realização de aquisição por meio de dispensa de licitação, a fim de repor parcialmente o estoque e suprir a demanda. Esse quantitativo será suficiente para atender à necessidade da Rede até a finalização do certame em curso”, informou.

Foto: Tácio Melo/Secom

Através de pregão para formação de ata de registro de preço, realizado pelo Centro de Serviços Compartilhados (CSC), o governo pretende adquirir mais 500 mil testes. “Como se trata de ata de registro de preço, que consiste tão somente numa promessa de compra e venda, se houver uma mudança de cenário podemos não adquirir os 500 mil que foram registrados em ata”, explicou Eunice.

Monitoramento – O teste de antígeno é o mais recomendado para diagnóstico rápido da Covid-19. O resultado pode ser conhecido em até 15 minutos. A indicação é para testagem de pacientes nas transferências entre unidades, antes de cirurgias e na estratégia de testagem de passageiros no aeroporto, porto de Manaus e rodoviária.

Também é o mais indicado para municípios distantes da capital, que têm dificuldade logística para fazer o teste RT-PCR, teste padrão ouro para diagnóstico da Covid-19.

Foto: Tácio Melo/Secom

Oferta ampliada – O teste RT-PCR teve a oferta ampliada pela SES-AM em unidades de porta aberta para casos de Covid-19, desde abril deste ano, principalmente em Unidades e Serviços de Pronto Atendimento, Upas e SPAs da capital. Somente nestas unidades houve aumento de 337,8%, saindo de 2,2 mil testes RT-PCR realizados em abril, para 11,4 mil em junho.

Em todo o estado, o número de testes RT-PCR saltou de 19.370, em abril, para 25.269, em junho. Um aumento de 30,4%.

Além do aumento do monitoramento em unidades de porta aberta, o estado adotou a estratégia de realização dos testes RT-PCR e de antígeno no aeroporto, porto e rodoviária de Manaus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui