Chacina em bar deixa 15 mortos na África do Sul

Ataque armado em um bar no distrito do Soweto, África do Sul - Foto: Reprodução/TV Globo

Ao menos 15 pessoas foram mortas em uma chacina em um bar de Soweto, na África do Sul neste domingo (10). Homens armados com rifles invadiram o estabelecimento e dispararam aleatoriamente. O incidente acontece semanas depois de outras 22 pessoas morrerem por causas desconhecidas em um bar no país.

A polícia disse que homens armados entraram na taverna Orlando East nas primeiras horas da manhã de domingo e começaram a atirar aleatoriamente em um grupo de jovens.

Eles então fugiram do local em um micro-ônibus branco. Nenhum motivo para o ataque foi estabelecido, disse a polícia.

Várias outras pessoas estão em estado crítico no hospital. Acredita-se que as vítimas tenham entre 19 e 35 anos.

O chefe de polícia da província de Gauteng, o tenente-general Elias Mawela, disse à BBC que o tiroteio parece ter sido “um ataque a sangue frio a clientes inocentes de tavernas”.

Um comunicado à imprensa divulgado por seu escritório disse que os homens armados estavam armados com rifles e pistolas 9 mm quando entraram no bar. A polícia está procurando os suspeitos, cujas identidades permanecem desconhecidas.

Quatro outras pessoas foram mortas em um tiroteio em uma taverna separada na província de KwaZulu-Natal, no sudeste, disse a polícia no domingo.

Tiroteios não são incomuns na África do Sul. Eles são frequentemente ligados a gangues ou álcool.

Mas este é um número de mortos excepcionalmente alto e ocorre logo após a morte de 21 adolescentes que se acredita terem sido gaseados ou envenenados em outro bar na cidade de East London.

band.uol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui