CMM e Aleam decidem por Adin contra lei que põe em risco competitividade da ZFM

Foto: Divulgação

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Wilker Barreto (PHS), e o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), Abdala Fraxe (PODE), anunciaram, na manhã desta terça-feira (15), que decidiram pelo ajuizamento de Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra a lei que retira da exclusividade de Estados como o Amazonas em conceder benefícios sem consulta anterior a outros Estados. A iniciativa partiu de Wilker que esteve na sede do Legislativo estadual para encaminhar o assunto.

“Este não é o primeiro, nem será o último ataque ao modelo ZFM. Estou aqui porque pelo ordenamento jurídico é a Assembleia que tem a prerrogativa para ajuizar a Adin. A CMM está aqui como parte interessada. Vamos juntos usar os remédios jurídicos. O que se fez com essa lei foi rasgar a constituição e o pior: isso foi feito pela própria União”, lamentou Barreto.

Foto: Djalson Leão

Segundo o parlamentar, cabe aos poderes legislativos posicionamento contrário diante de lei que regulariza a redução da cobrança do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Para isso, CMM e Aleam unirão suas procuradorias a fim de que a Adin seja ajuizada até a próxima sexta-feira. “O Sul e o Sudeste precisam entender que o modelo ZFM é um modelo de desenvolvimento, ambiental, e não deficitário. O Amazonas é constantemente vítima do processo de definhamento do modelo Zona Franca. O que não podemos permitir é que dêem 50 anos de prorrogação, mas ataquem os incentivos de forma fatiada”, disse.

Para o presidente da Aleam, deputado estadual Abdala Fraxe, a Adin é uma tentativa dos legislativos em garantir que a ZFM tenha seus direitos preservados. “Precisamos dar nossa resposta como legislativos municipal e estadual. Nossa bancada federal não pode também deixar passar esse tipo de aprovação. A Câmara e a Assembleia estão unidas e tentaremos reverter juridicamente esse desrespeito à constituição”, disse Abdala.

Também participou da reunião, no legislativo estadual, o vice-presidente da Câmara, vereador Felipe Souza (PODE).

TEXTO: Marília Pimenta – Dircom/CMM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui