Com gols brasileiros Bayern é tricampeão mundial interclubes

Danta abre para o caminho do título/Foto: AFP

Danta abre para o caminho do título/Foto: AFP

Como o Atlético-MG sabe bem, surpresas acontecem no Mundial de Clubes. Mas existem favoritos que sabem se impor e foi isso que aconteceu em Marrakech, neste sábado. O Bayern de Munique, campeão alemão e da Europa, superou o time da casa, Raja Casablanca, por 2 a 0, com gol do brasileiro Dante.

O placar magro não reflete o gordo controle que a equipe bávara teve durante os 90 minutos, com preciso toque de bola, chances de gol perdidas, bola na trave e um futebol bonito de se ver. Enfim, o Bayern mostrou que merece mesmo ser o novo campeão mundial de clubes. Tricampeão!

Mas pelo menos o Raja não foi omisso. No começo tentou equilibrar a partida e conseguiu o feito de levar perigo no ataque antes do placar ser aberto. Mas logo a partida começou a fluir de acordo com o roteiro esperado: após cobrança de escanteio, Boateng escorou para Dante dominar a bola na área e fuzilar para o gol, como se fosse centroavante.

E o Bayern quis mais, tanto gols quanto espetáculo. A beleza veio nas trocas de passes, que quase resultaram em gols de Müller e Alaba. Já a eficiência saiu dos pés de Thiago Alcântara. Ele recebeu um bom passe pela esquerda e finalizou direto para a rede aos 21min.

Depois disso, o Bayern começou a se acomodar. Tocou a bola com eficiência, mas sem objetividade. Um chute de Shaqiri até deu trabalho para o goleiro Akri, mas outro lance comprovou o relaxamento do time de Guardiola: os defensores trocaram passes até Neuer errar e deixar a bola nos pés de Chitibi, que não fez o gol por poucos centímetros. O técnico foi à loucura no banco.

O Bayern até voltou mais esperto para o segundo tempo e tentou pressionar a saída de bola do time da casa, que não se abalou por isso. Tanto que, aos 11min, Iajour recebeu um bom cruzamento e cabeceou com perigo, mas Neuer estava bem posicionado para defender.

A resposta alemã começou com uma bola roubada no ataque, que terminou com um erro feio de Shaqiri, aos 15min. Dentro da pequena área, sozinho, ele chutou a bola no travessão.

Mas foi só. Logo o Bayern começou a “tirar o pé” novamente e apenas administrar a vitória. Com erros em lances simples nos contra-ataques, o Raja só teve uma chance de gol. E perdeu: aos 38min, Mabide ficou sozinho, mas chutou no rosto de Neuer. O rebote ainda sobrou para o principal jogador do time, mas Moutaouali mandou para longe a esperança de alguma festa marroquina em Marrakech.(Terra)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui