Conceição tem projetos de alta relevãncia aprovados na ALEAM

Deputada Conceição Sampaio(PP)/Foto: Elisa Maia

Deputada Conceição Sampaio(PP)/Foto: Elisa Maia

Três projetos de Lei de grande alcance social, de autoria da deputada estadual Conceição Sampaio (PP), foram aprovados durante sessão ordinária de ontem, quarta-feira (26), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).


Os projetos dispõem sobre a criação do Programa de Apoio aos Portadores de Psoríase, a instalação de sinalização especial no solo (piso tátil) para acessibilidade de pessoas com deficiência visual, e a criação do Dia Estadual do Coordenador de Grupo da Terceira Idade.

“Precisamos construir uma cidade, um estado brasileiro, onde as pessoas com qualquer tipo de deficiência possam, também, ter o direito de ir e vir. Nesse caso específico do piso tátil, queremos que a cidade tenha essa sinalização inteligente, como é conhecida, para dar mais autonomia às pessoas com deficiência visual. Muitas pessoas vão ao mercado de trabalho, mas a cidade não está preparada para atender a pessoa com deficiência”, argumentou a deputada sobre o Projeto de Lei Nº 319/2012, de 11 de agosto de 2012, o qual visa demarcar calçadas, rampas, praças, pontes, escadas, áreas públicas com obstáculos, faixas de pedestres, paradas de ônibus, em conformidade com as normas técnicas  da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Ela acrescentou que espera, que, realmente, se possa oferecer à cidade, não por ser este o ano da Copa de 2014, mas, principalmente, para as pessoas que moram na cidade, para as que chegam para visitar a cidade, para que possam sair de suas casas e tenham uma cidade acessível.

Sobre o Projeto de Lei Nº 279/2012, de 16 de outubro de 2012, que institui, no calendário oficial de datas e eventos do Estado do Amazonas, o “Dia Estadual do Coordenador de Grupo da 3ª Idade”, a deputada Conceição Sampaio  fez questão de destacar que é sempre importante discutir as políticas públicas voltadas para as pessoas da Terceira Idade.

“O Brasil está envelhecendo e nós sabemos que até 2025 vamos ter uma população de 32 milhões de pessoas com mais de 60 anos. E é preciso lembrar da importância que tem os centros de convivência da pessoa idosa, as coordenadorias de grupos da Melhor Idade. E reconhecer essa pessoa, esse coordenador, que certamente em muitos momentos deixa sua casa para cuidar de outras pessoas é um motivo de satisfação para todos nós”, justificou.

“Os portadores de psoríase enfrentam o estigma que acompanha a doença, caracterizada por lesões na pele, e que são muitas vezes vistas com preconceito, mesmo não sendo uma doença contagiosa. Precisamos garantir diagnóstico e tratamento adequados, inclusive para diminuir gastos públicos, em longo prazo, pois sem tratamento a doença foge ao controle e aumenta sua incidência, além de criar campanhas informativas para que se combata o preconceito que interfere na qualidade de vida das pessoas com psoríase”, justificou Conceição Sampaio sobre o Projeto de Lei Nº 339/2012, de 28 de novembro de 2012, que institui oi Programa de Apoio aos Portadores de Psoríase.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui