Confira os nomes dos vencedores da 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil

No Amazonas, foram cinco projetos vencedores, e outros 10 receberam a menção de destaque/Foto: Divulgação/MEC

O Ministério da Educação divulgou ontem quarta-feira, 12, os nomes dos vencedores e destaques da 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil (PPB) – Etapa estadual de avaliação. Os 30 selecionados para a etapa nacional e os selecionados para a premiação especial serão anunciados em 11 de outubro. No Amazonas, foram cinco projetos vencedores, e outros 10 receberam a menção de destaque.

Entre os vencedores está o professor do segundo ano do ensino médio Fabio Gomes da Silva, criador do projeto Consumo de Água nas Comunidades Riberinhas da Reserva Piagaçu. Ele leciona na Escola Estadual Euclides Correa Vieira no município de Beruri. De acordo com o docente, a ideia do projeto surgiu da necessidade de preservação da reserva, que é de extrema importância para a região. O projeto tem uma equipe de alunos que recebem capacitação para promover oficinas de conscientização ambiental entre as comunidades ribeirinhas.

“Os alunos visitam as comunidades, falam da importância da água, de iniciativas sustentáveis. Os alunos aprendem muito com as comunidades, e as comunidades aprendem um pouquinho mais com a gente”, destaca Fábio. Até o momento, o projeto do professor já visitou seis comunidades ribeirinhas, e na próxima semana irá até uma comunidade indígena da região. As oficinas são oferecidas nas escolas das comunidades. Na parte da manhã, alunos participam; no período da tarde, pais e professores. “Além da consciência ambiental, o projeto também promove a interação entre professores, alunos e pais”, comemora Fábio.

Os 30 selecionados para a etapa nacional serão anunciados em 11 de outubro/Foto: Divulgação/MEC

O projeto da professora do quinto ano do ensino fundamental Soraya Freire de Oliveira é outro que foi reconhecido pela premiação. Com a menção destaque, Gêneros Textuais na prática da Cidadania, procura estimular a interpretação de textos que fazem parte do cotidiano dos alunos e familiares, como receitas médicas ou culinárias, bulas de remédio, panfletos, folders e outdoors. A professora leciona na escola Thomas Meireles, em Manaus. “O projeto nasceu após uma avó comentar com a gente que a neta a ajudava muito na interpretação das receitas médicas e de bulas de remédios. Muitas pessoas sabem ler, mas não sabem interpretar, o projeto quer ensinar e estimular a interpretação de textos do nosso dia a dia”, afirma Soraya.

PPB – No total, 4.040 professores da educação básica da rede pública de todo o país se inscreveram no PPB, que distingue e recompensa o trabalho de docentes que melhoram os processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula. Os vencedores nacionais serão conhecidos em 29 de novembro, no Rio de Janeiro.

Na etapa estadual, são premiadas seis categorias: Educação infantil/creche, educação infantil/pré-escola, anos iniciais do ensino fundamental/1º, 2º e 3º anos, anos iniciais do ensino fundamental/4º e 5º anos, anos finais do ensino fundamental/6º ao 9º ano e ensino médio. Serão 158 vencedores, um de cada categoria por estado – apenas quatro unidades da federação não tiveram inscritos na creche –, e 294 destaques estaduais.

No Amazonas, foram cinco projetos vencedores, e outros 10 receberam a menção de destaque/Foto: Divulgação/MEC

Prêmio – O PPB é uma iniciativa do MEC com instituições parceiras que tem como objetivo estimular a participação dos professores como sujeitos ativos na implementação do Plano Nacional de Educação e da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A premiação dá visibilidade às boas experiências pedagógicas conduzidas pelos docentes, além de oferecer uma reflexão sobre a prática pedagógica e orientar a sistematização de experiências educacionais.

Para participar, os professores enviaram um relato da prática pedagógica desenvolvida com seus alunos. Neste ano, serão distribuídos R$ 305 mil aos vencedores, bem como viagens educativas pelo Brasil e pelo exterior, além de placas para as escolas dos candidatos que tiverem experiências selecionadas.

Etapas – O PPB é dividido em três etapas: estadual, regional e nacional. Na etapa estadual, os três primeiros colocados em cada categoria receberão certificados que ficarão disponíveis no próprio sistema de inscrição, cabendo ao vencedor um troféu. Na regional, são R$ 7 mil, mais troféu e viagem oferecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), autarquia vinculada ao MEC. Na categoria nacional, são mais R$ 5 mil e troféu.

Além dessas etapas, os professores podem concorrer em uma das cinco temáticas especiais: O esporte como estratégia de aprendizagem; Uso de tecnologias de informação e comunicação no processo de inovação educacional; Boas práticas no uso de linguagens de mídia para as diferentes áreas do conhecimento no ensino fundamental e médio; Práticas inovadoras de educação científica, e Educação empreendedora. A premiação referente às temáticas especiais inclui R$ 5 mil para os professores vencedores ou as escolas, viagens e participação na programação da TV Escola.

Clique aqui para conferir o resultado da premiação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui