Conmebol é multada em R$ 14 mil por aglomeração no Maracanã

Foto: Ricardo Moraes/Pool via AP

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) multou em R$ 14.000 a Conmebol, organizadora da Copa Libertadores da América, por aglomerações durante a final do torneio. O jogo entre Palmeiras e Santos foi realizado no último sábado (30.jan.2021) e reuniu cerca de 5.000 pessoas no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Terminou com vitória e título do Palmeiras, por 1 a 0.

A organização não cumpriu medidas básicas de proteção à vida durante o evento, o que é considerado infração gravíssima, segundo define o Código de Vigilância Sanitária, Vigilância de Zoonoses e de Inspeção Agropecuária da cidade do Rio de Janeiro.

Durante o jogo, apenas um setor do estádio foi aberto ao público, sendo que todos os presentes eram convidados. Para entrar, foi necessário apresentar um teste de RT-PCR com resultado negativo para a covid-19. Precisava ter sido realizado nas 96 horas anteriores ao início da partida.

Dentro do Maracanã houve avisos sonoros para que as pessoas usassem máscaras e mantivessem o distanciamento social. Também houve recomendação, por parte dos seguranças, para os convidados não sentarem próximos uns aos outros.

No entanto, houve aglomerações e imagens mostravam parte da torcida na arquibancada sem máscara, assim como convidados dos clubes e da equipe técnica dos times paulistas.

A multa de R$ 14.060,74 foi encaminhada para o Maracanã, já que a Conmebol não possui CNPJ no Brasil. O estádio deve repassar a notificação da Anvisa à organização esportiva.

poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui