Corpo de Bombeiros celebra 146 anos da corporação e 24 anos de emancipação

Foto: Antonio Lima/Secom

Em comemoração de aniversário de 146 anos da corporação e 24 anos de sua emancipação, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) realizou, na noite de ontem (25/11), a entrega da medalha Imperador Dom Pedro II, maior comenda da instituição, e também das medalhas Leovegildo Coelho, Sálvio Belota e Comandante Ventura, para 144 autoridades civis e militares do Brasil, em solenidade na sua sede, na avenida Codajás, bairro Petrópolis, zona sul de Manaus.

A medalha Dom Pedro II foi entregue pelo comandante-geral dos Bombeiros, coronel Orleilso Ximenes Muniz, pelo secretário de Estado de Segurança Pública, general Carlos Alberto Mansur, que representou o governador do Amazonas, Wilson Lima, e demais oficiais.

Foto: Antonio Lima/Secom

A solenidade faz parte das comemorações de aniversário de 146 anos da corporação e 24 anos de desvinculação administrativa da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), que se comemora neste sábado, dia 26 de novembro. Várias personalidades estiveram presentes no evento, como o cardeal Dom Leonardo Ulrich Steiner, arcebispo Metropolitano de Manaus, secretários de Estado, militares de outros Estados e civis. No encerramento da solenidade teve desfile da tropa a pé.

O Comandante Muniz fez uma retrospectiva dos trabalhos desenvolvidos pela Corporação, em 2022, e agradeceu ao governador Wilson Lima pelos investimentos.

Foto: Antonio Lima/Secom

“Agradeço em especial o nosso governador do Estado, Wilson Lima, por todo investimento na capacitação e aquisição de novos equipamentos e viaturas para os bombeiros”, disse o comandante Muniz.

O secretário da SSP-AM, general Mansur, disse que a parceria e apoio que o CBMAM disponibiliza às atividades de segurança do Estado são primordiais para o desenvolvimento de um bom trabalho, principalmente em operações.

“Agradeço aos bombeiros militares, em nome do nosso governador Wilson Lima, todo o trabalho desenvolvido ao longo desses anos, em especial neste ano de 2022, na Operação Tamoiotata, no combate à incêndios no sul do Amazonas”, disse Mansur.

Foto: Antonio Lima/Secom

Dom Pedro II

A outorga da medalha imperador Dom Pedro II destina-se a premiar os oficiais superiores do CBMAM, aos militares das Forças Armadas ou das demais forças auxiliares, aos cidadãos brasileiros ou estrangeiros que se tenham tornado merecedores de homenagem do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas. Todos os 101 nomes foram aprovados pelo governador do Estado, Wilson Lima, através de decreto.

A corporação entregou ainda a medalha Leovegildo Coelho para 25 pessoas por mérito de serviços prestados; a medalha Sálvio Belota para uma pessoa por bravura; e a medalha Comandante Ventura para 17 pessoas por mérito intelectual.

Galeria do CBMAM

O CBMAM entregou, ainda, todo revitalizado, o pavilhão principal do Comando-Geral e inaugurou o salão de galerias com as fotos dos ex-comandantes e um painel de 6,31 metros de largura por 1,84 metro de altura, onde consta uma linha do tempo, um pouco da história do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui