CPI da Educação vai investigar desvio de recursos em Tabatinga

Foto: Reprodução

Cinco vereadores de Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus) irão instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Educação. O objetivo é investigar desvios de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) destinados ao município.

Entre as suspeitas está a de que o prefeito de Tabatinga, Saul Bermeguy teria cometido fraudes em licitações. Conforme denúncias, o gestor teria escolhido empresas para receberem o dinheiro desviado.

De acordo com os vereadores, Bemerguy não é o único suspeito de fraudes. Secretários municipais e servidores da Prefeitura de Tabatinga também teriam envolvimento no caso.

Na última semana, a Polícia Federal deflagrou em Tabatinga a operação Maguta justamente para investigar o suposto desvio de recursos do Fundeb. Foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão e 12 medidas cautelares para afastamento dos cargos públicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui