Crianças do projeto Santa Bola, assistem a jogo na Arena da Amazônia

Vinte e cinco crianças que participam do projeto Santa Bola/Foto: Divulgação

Vinte e cinco crianças que participam do projeto Santa Bola, desenvolvido pela Polícia Militar do Amazonas (PMAM), tiveram a oportunidade de conhecer a Arena da Amazônia, na última quarta-feira, dia 21 de junho, e assistir a partida de futebol entre as equipes do Iranduba do Amazonas e Flamengo do Rio de Janeiro, válida pelo Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino.
As 25 crianças foram levadas pelos policiais militares da 26ª Cicom. A iniciativa foi uma forma de premiar esses 25 alunos do projeto por terem alcançado os melhores índices de aproveitamento escolar no 1º Semestre e serviu também para motivar e integrar os mesmos que diariamente mantêm contato nas atividades do Santa Bola.

O capitão PM Dayvison, responsável pelo Santa Bola, afirmou que a presença das crianças na Arena da Amazônia foi também uma maneira de demonstrar aos pais e responsáveis delas que o esporte, como atividade ocupacional, tem potencial para auxiliar na formação cidadã de seus filhos.

Vinte e cinco crianças que participam do projeto Santa Bola/Foto: Divulgação

“O Projeto Santa Bola é uma das ferramentas socioeducacionais da Polícia Militar para dotar os futuros cidadãos de nossa cidade com consciência preparada para vencer na vida com esforço e dedicação aos estudos e às atividades esportivas com as quais se identificam, e neste caso especial, o futebol, que é paixão dos brasileiros é o atrativo para essa nossa iniciativa”, destacou.

Ações sociais – Juntamente com o projeto Santa Bola, a Polícia Militar desenvolve em seus quartéis e unidades outros projetos de capacitação educacional, dentre eles o PROERD, Formando Cidadão, Vitória Régia. Esses projetos são focados na formação cidadã compromissada com o futuro, destacando a importância das crianças, adolescentes e jovens terem responsabilidade e respeito com seus pais e o mundo do qual fazem parte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui