Crianças e adolescentes deverão ter acolhimento em Guajará

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Guajará (a 1.492 quilômetros de Manaus) deverá ter acolhimento para crianças e adolescentes. A determinação é do Ministério Público do Amazonas (MPAM).

O órgão ministerial, por meio da Promotoria de Justiça de Guajará, firmou acordo de conciliação para garantir o acolhimento de crianças e adolescentes em situação de risco do município. O acordo foi firmado pelo Promotor de Justiça Vitor Rafael de Morais Honorato, e prevê a realização de convênio com uma fundação local.

O convênio com a Fundação prevê o acolhimento de crianças e adolescentes de Guajará, sem restrições numéricas e com a disponibilização de toda a estrutura da Instituição, que, segundo o Promotor de Justiça, possui larga experiência e expertise na área.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui