Crimes reduzem no bairro Jorge Teixeira com a operação ‘Espectro de Segurança’

Operação no Jorge Teixeira/Foto: Roberto Carlos

Operação no Jorge Teixeira/Foto: Roberto Carlos
Operação no Jorge Teixeira/Foto: Roberto Carlos
Delegado Orlando Amaral, em operação/Foto: Roberto Carlos
Delegado Orlando Amaral, em operação/Foto: Roberto Carlos
Mototaxista abordado na operação/Foto: Roberto Carlos
Mototaxista abordado na operação/Foto: Roberto Carlos
...e a revista no interior do coletivo/Foto: Roberto Carlos
…e a revista no interior do coletivo/Foto: Roberto Carlos

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), registrou redução de 34% nos casos de crimes na área do bairro Jorge Teixeira, n zona leste, onde desde a última sexta-feira (06), está sendo realizada a Operação Espectro de Segurança, uma ação integrada que conta com a participação das Polícias Civil e Militar e Departamento Estadual de Trânsito (Detran), período em que, nenhum homicídio foi registrado no local e os crimes de roubo reduziram 54%.
A ação foi encerrada na madrugada de hoje, segunda-feira (09), quando será divulgado o balanço final da operação. De sexta-feira, até as 10h00 de ontem (08), mais de 100 veículos em situação irregular foram apreendidas na área da operação, onde foram montadas diversas barreiras para verificação dos veículos.

Doze motoristas foram flagrados dirigindo embriagados durante blitze da Lei Seca realizadas na área da operação. No total, 200 motoristas foram autuados por diversas irregularidades. Os agentes do Detran-AM também apreenderam 70 Certificados de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) por estarem em atraso. Também foram apreendidas 16 Carteiras Nacional de Habilitação (CNH), 12 delas que pertenciam aos motoristas flagrados dirigindo embriagados.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Sergio Fontes, o bairro Jorge Teixeira foi escolhido para receber a operação integrada por ter registrado alta incidência de crimes, principalmente, homicídios. Em 2014, o bairro concentrou 38,5% do total de assassinatos da zona Leste. “Essa operação representa um novo modelo de operação que iremos adotar como estratégia de segurança, utilizando todos os recursos de inteligência, estatística e geoprocessamento para identificar as áreas que mais estão ocorrendo os crimes e assim realizarmos as ações integradas com todos os órgãos”, disse.

Sérgio Fontes destacou que como legado da operação, a Polícia Militar aumentou o número de viaturas que atendem o bairro para reforçar as ações ostensivas. “Identificamos a necessidade de ter mais viaturas e restabelecemos os módulos de policia comunitária do Ronda no Bairro, para que a população possa ser melhor atendida”, disse.

O secretário-executivo-adjunto de Grandes Eventos, coronel Dan Câmara, destacou a integração dos órgãos por meio do Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC-AM), onde foi possível mapear  e acompanhar todas as etapas da operação. “É um novo modelo de ação que já mostrou resultados efetivos, por conta do planejamento e integração de todos os órgãos”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui