David Almeida anuncia mega-ação para intensificar vacinação em Manaus

Foto: Dhyeizo Lemos/Semcom

Com o objetivo de elevar o número de pessoas com esquema vacinal completo contra a Covid-19, o prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou, nesta quarta-feira, 6/7, uma mega-ação para intensificar a vacinação na capital amazonense nos próximos três dias, de quinta-feira, 7/7, a sábado, 9/7. Neste período de mobilização, pontos e horários de funcionamento serão incrementados para aumentar a capacidade de atendimento.

“A vacinação sempre esteve à disposição da população. Nós temos vacinas suficientes, tínhamos 55 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) prontas e aptas a receber a população, infelizmente, dado o aumento de casos de mais de mil por cento nos últimos dez dias, se faz necessário esse alerta, para que as pessoas retornem para tomar a vacina. Fizemos esse alerta também na semana passada e muitas pessoas já procuraram as unidades de saúde. Agora, estamos propondo essa mega-ação de vacinação no próximo final de semana, a partir da quinta-feira, para que nós possamos diminuir esses números, que são algo em torno de um milhão e meio de pessoas na cidade de Manaus que não estão com o ciclo vacinal completo. Nós queremos diminuir esses percentuais, para que possamos aumentar o número de pessoas imunizadas com o esquema vacinal e estarmos protegidos contra os casos graves da Covid-19”, destacou Almeida, durante coletiva realizada na sede da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na zona Centro-Sul.

O número de pontos estratégicos de grande fluxo será ampliado para quatro, com a reabertura do Centro de Convenções de Manaus, o “sambódromo”, onde haverá vacinação exclusivamente em sistema drive-thru. Na quinta e na sexta-feira, o sambódromo e o Centro de Convenções Vasco Vasques, ambos na zona Oeste, passam a funcionar das 9h até as 22h; já o Studio 5 Centro de Convenções, na zona Sul, vai operar das 9h às 20h, e o shopping Phelippe Daou, na zona Norte, das 9h às 16h.

Foto: Dhyeizo Lemos/Semcom

Nesses dois dias (quinta e sexta-feira), a vacina continua a ser oferecida em 81 unidades de saúde, distribuídas em todas as zonas geográficas da cidade. As de horário regular vão atender das 8h às 17h, as de pequeno porte, das 8h às 16h, e as de horário estendido, das 8h às 20h. No sábado, os quatro pontos estratégicos estarão abertos das 9h às 16h e 27 unidades de saúde, 17 a mais que as disponíveis tradicionalmente no fim de semana, abrirão das 8h às 16h.

Em todos esses pontos, que podem ser consultados pelo link http://bit.ly/localvacinacovid19 e pelas redes sociais da Semsa, poderão ser atendidas crianças, adolescentes, adultos e idosos com a vacina contra a Covid-19 e também contra a influenza, destinada à população geral, acima de seis meses de idade.

A ação conta com o apoio do governo do Amazonas, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM).

Com a intensificação, a prefeitura espera aumentar o número de pessoas vacinadas. O foco principal da Semsa é reduzir o número de usuários em atraso com a terceira dose (primeiro reforço) e aumentar a quantidade de vacinados com a quarta dose (segundo reforço).

“A Covid assolou o município de Manaus e trouxe a pior experiência sanitária que o município já viveu, tanto na primeira quanto na segunda onda. Essa mega-ação é uma oportunidade muito grande para a população que não tomou nenhuma dose, que está atrasada com sua segunda e terceira doses, ou que já está com sua quarta dose disponível, que essas pessoas possam utilizar essa mega-ação. Nós estamos fazendo esforços para receber essas pessoas e fazer um acolhimento humanizado, abrindo esses pontos estratégicos que possibilitam um grande fluxo de pessoas com muitas estações para dar rotatividade, para que as pessoas possam se vacinar de forma organizada e tranquila”, completou o titular da Semsa, Djalma Coelho.

Dados do Sistema Municipal de Vacinação (SMV), atualizados na última segunda-feira, mostram que há aproximadamente 743 mil pessoas dentro do intervalo para receber a terceira dose e mais de 550 mil aptas a receber a quarta dose.

Além dessas, 206 mil pessoas ainda não tomaram nem mesmo a primeira dose e das mais de 1,8 milhão que iniciaram o esquema vacinal, 241 mil não voltaram para receber a segunda dose.

A procura pela vacina aumentou significativamente nos postos de atendimento em razão do avanço da campanha, que já autoriza a quarta dose para pessoas de 18 anos e mais, e pela curva ascendente de novos casos, que reforçou a importância da vacina como medida de proteção individual e coletiva.

Para responder ao aumento de demanda, a Semsa quase dobrou o número de unidades de saúde com oferta de vacina e reabriu três pontos estratégicos. No mês passado, uma média de 6.654 pessoas receberam a vacina contra a Covid-19 diariamente em Manaus, e nos primeiros dias de julho, a média saltou para 15.713, sendo que, na última segunda-feira, foram vacinadas 20,9 mil pessoas, e na terça-feira, 19,7 mil.

Testagem

Além de ampliar a vacinação, a prefeitura também ampliou para 43 o número de UBSs que realizam atendimento para casos suspeitos de Covid e teste rápido de antígeno.

Do total de unidades, 31 realizam consulta e teste para casos suspeitos das 8h às 16h, e dez, das 8h às 19h. Aos sábados, 12 unidades de horário estendido funcionam das 8h às 11h. A lista de endereços está disponível no link bit.ly/ubscovidmanaus.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui