Defesa vê ‘armação’ e vai pedir extradição de militar preso na Espanha

Avião da Força Aérea Foto: Jack Guez/AFP/Reprodução

A defesa de Manoel Silva Rodrigues, militar preso com 39 kg de cocaína na mala na Espanha, sustenta que o sargento foi vítima de armação. “A defesa reitera que ainda não teve acesso a íntegra das acusações, mas que de pronto, refuta todas as acusações e afirma com convicção tratar-se de uma armação”, afirmou o advogado Carlos Alexandre Klomfahs , em nota à imprensa.

O advogado vai pedir ao Ministério da Justiça e Segurança Pública para que o governo elabore um requerimento de extradição para julgamento do militar no Brasil. Também pediu acesso aos autos de inquérito administrativo e policial-militar sobre o caso. Rodrigues, que fazia parte da comitiva que acompanhava a viagem do presidente Jair Bolsonaro ao Japão, foi preso no dia 26 de junho durante escala em Sevilla, na Espanha.

Fonte: Gazeta do Povo

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui