Delegados federais pedem a Temer saída do diretor-geral da PF

Leandro Daiello, diretor-geral da PF/Foto: Divulgaçao

Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal entregou hoje, segunda-feira (13), ao presidente Michel Temer, um pedido de substituição do atual diretor-geral da PF, Leandro Daiello.
A entidade alega que a atual direção não vem atendendo às necessidades do orgão, o que estaria causando o enfraquecimento da instituição.

Ainda segundo a associação, Daiello não promove o apoio devido àqueles que se dedicam às grandes operações. E que delegados que coordenavam operações especiais foram deslocados para outras áreas.

Leandro Daiello, diretor-geral da PF/Foto: Divulgação

A associação também encaminhou uma lista com três sugestões de nomes para substituir Leandro Daiello. A decisão de encaminhar o pedido foi tomada em assembleia por 292 dos 2,3 mil associados.

Desde o início da Lava Jato, quatro delegados deixaram a operação. O último deles foi o delegado Marcio Anselmo, na semana passada.

Em carta à direção, Anselmo pediu para se desligar do grupo alegando “esgotamento físico e mental” causados por três anos atuando na operação.

Marcio Anselmo classificou como infundada qualquer manifestação no sentido de interferências na operação. E destacou que sempre atuou, nos casos que presidiu, com absoluta independência.

O grupo de trabalho da Lava Jato na PF do Paraná também negou que esteja havendo interferência na condução da operação. E afirmou que os trabalhos têm recebido todo o apoio necessário.

Leandro Daiello está na direção da Polícia Federal desde 2011 e, portanto, acompanha a Lava Jato desde o início. Ele não quis se manifestar.(G1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui