Deputado é flagrado vendo pornô e culpa amigos: ‘Mandam muita sacanagem’


O deputado federal João Rodrigues (PSD-SC) foi flagrado vendo material pornográfico durante a votação da reforma política nesta quarta-feira (28). Segundo ele, as imagens foram enviadas em um grupo no Whatsapp. Rodrigues alegou que “todos recebem brincadeirinhas”. Sobre a mesa, as imagens mostram um convite para a “Santa Missa na CNBB”. “Não estávamos assistindo pornô”, explica.O político conta que recebeu “quatro ou cinco fotos”. Ele explicou que abriu o aplicativo e, após perceber o conteúdo do material, comentou com um colega da sessão – Rodrigues preferiu omitir o nome do companheiro – e apagou todas as imagens. “Que m… é essa?”, ainda perguntou.

“Tenho mais de 70 grupos com governadores e amigos de bar. Fica difícil controlar o que recebo neles”, explicou. João garante que as imagens foram recebidas em grupo de amigos do qual nenhum político faz parte. “Eu pedi para eles pararem de mandar porque no grupo não tem só homem. Temos mulheres e famílias ali”, destaca.

O deputado também afirmou que estava mexendo no celular enquanto “não estava acontecendo nada”. “Se você vier aqui, vai ver uns 200 (deputados) no celular”. A votação que o deputado foi flagrado utilizando o celular decidiu o fim da reeleição para os chefes dos poderes executivos, em primeiro turno, durante debate da reforma política. As imagens foram cedidas pelo SBT Brasília.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), comentou o episódio: “É uma conduta atípica, não é? (risos). Mas eu não tenho condição de te responder isso agora. Alguém deve representar contra isso. Se alguém representar, a gente vai verificar, no Conselho de Ética ou no Corregedor, como proceder”. Até o momento, ninguém ofereceu representação contra João Rodrigues nas instâncias da Casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui