Dilma viaja a São Paulo para velório de filho de Geraldo Alckmin

Dilma acompanha velório de filho de Alckmim/Foto: PR

Dilma acompanha velório de filho de Alckmim/Foto: PR
Dilma acompanha velório de filho de Alckmim/Foto: PR

A presidente Dilma Rousseff deixou o Palácio da Alvorada na manhã de hoje, sexta-feira, para ir a São Paulo participar do velório de Thomaz Alckmin, filho do governador Geraldo Alckmin, morto após a queda de um helicóptero na Grande São Paulo, na tarde de ontem (02). Segundo a Secretaria de Imprensa da Presidência, a petista viaja junto do ministro da Fazenda, Joaquim Levy.
De acordo com a assessoria do Palácio do Planalto, Dilma não irá ao enterro em Pindamonhangaba, a 156 km da capital paulista, previsto para 17h. Nesta quinta-feira, a presidente divulgou nota lamentando a morte de Thomaz, vítima de um acidente de helicóptero.

“Com muito pesar e tristeza, apresento ao governador Geraldo Alckmin e a sua esposa Senhora Maria Lúcia Alckmin meus sinceros e profundos pêsames pela morte de seu filho Thomaz Alckmin, que estava entre as vítimas do trágico acidente de helicóptero, ocorrido em São Paulo. Presto, neste momento de dor e consternação, minha solidariedade e sentidos pêsames aos pais, familiares e amigos das vítimas”, informava a nota.

O acidente

O helicóptero caiu, por volta das 17h00, em cima de uma residência em obras, em Carapicuíba, na Grande São Paulo, na tarde de ontem, quinta-feira (02). Além de Thomaz Alckmin, morreram o piloto Carlos Haroldo Isquerdo Golçalvez, 53 anos, o mecânio Paulo Henrique Moraes, 42 anos, ambos funcionários da Seripatri; e Erick Martinho, 36 anos, e Leandro Souza, 34 anos, mecânicos da Helipark, empresa de manutenção. As investigações serão conduzidas pela Polícia Civil.(Terra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui