Direção provisória da Unimed arruma a casa e realiza eleições

Diretoria provisória da Cooperativa Unimed Manaus / Foto: Divulgação

Com pouco mais de quinze dias de trabalho, a diretoria provisória da Cooperativa Unimed Manaus se prepara para coordenar o processo de escolha da nova direção da instituição, marcada para segunda-feira, dia 8 de janeiro. Nesse período, foi montada uma verdadeira força tarefa para obter um diagnóstico da atual situação da Cooperativa e iniciar um cronograma emergencial de recuperação financeira e da imagem da Unimed Manaus junto a seus clientes, cooperados, credores e a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que já está em curso e que ela espera seja dada continuidade pelos futuros gestores que serão eleitos.

A presidente da diretoria provisória, Dra. Ramza Badr de Lima, afirma que todo o esforço, realizado de forma transparente, foi no sentido de definitivamente reverter a decisão de setembro passado da ANS de alienação da carteira, suspensa por recurso, da qual tem plena ciência agora, cuja hipótese não é admitida por entenderem não se adequar aos 35 anos de atuação e à importância atual da Unimed Manaus como a maior Operadora de Planos de Saúde do Estado do Amazonas.

A diretoria provisória da Cooperativa Unimed Manaus admite que a situação encontrada foi bem pior do que se imaginava, entretanto, reafirma a disposição de todos os integrantes da Cooperativa de unir forças para a recuperação plena da Unimed Manaus.

Segundo a dirigente, foram estabelecidas novas rotinas administrativas e contábeis, controle de gastos, eliminação de despesas desnecessárias, pagamento de tributos, entre outras ações, como foco no restabelecimento de uma relação de confiança com todos os fornecedores e cooperados, que permita a ampliação da rede credenciada e o estabelecimento de uma nova rotina operacional, planejada e executada para garantir a satisfação dos mais de 139 mil usuários dos serviços da Unimed Manaus.

Diretoria provisória da Cooperativa Unimed Manaus / Foto: Divulgação

Principais ações empreendidas

Entre as principais ações empreendidas pela diretoria provisória nos últimos 15 dias e que exigiram uma rotina de trabalho, que muitas vezes ultrapassam doze horas diárias, consta o parcelamento de quase R$ 13 milhôes de reais, realizado nos últimos dias, de tributos federais que não foram pagos no período de maio a novembro de 2017, para os quais a Administração anterior não provisionou recursos para quitação e que colocavam em risco a aprovação definitiva de outro parcelamento anterior no valor de R$ 283 milhões junto à Procuradoria da Fazenda Nacional. E ainda a suspensão dos pagamentos feitos a empresa AD UP, no valor de R$ 318 mil reais mensais, gerando uma economia para a Unimed de quase R$ 4 milhões por ano. Ao mesmo tempo, foi feita contratação direta das empresas que eram subcontratas pela AD UP para prestarem o mesmo serviço para a Unimed Manaus, pelo valor de apenas R$ 19 mil reais mensais.

Também foram renegociadas as dívidas com fornecedores importantes a Cooperativa, como laboratórios de análises clínicas, empresas fornecedoras de alimentação, produtos e equipamentos hospitalares. “Firmamos um termo de anuência, através do qual esses fornecedores se comprometeram em não interromper a prestação de serviços ou fornecimento de materiais, por um prazo de 90 dias, quando esperamos já ter normalizado o cronograma de pagamento das dívidas pendentes. Além disso tomamos a iniciativa de procurar o Ministério Público Estadual e a Defensoria Pública Estadual para buscarmos o estabelecimento de diálogo permanente, destaca Ramza Badr de Lima.

A diretoria provisória também está renegociando as dívidas da Cooperativa com a empresa que fornece alimentação para as unidades hospitalares da Unimed de Manaus (médicos, colaboradores, pacientes e acompanhantes), que estava desde janeiro de 2015 com valores em aberto pelos serviços prestados e desde janeiro de 2017 sem a renovação do respectivo contrato.

Também foi efetuado o pagamento das férias de todos os empregados da Cooperativa e da Unimed S.A.

Eleição da nova diretoria

Duas chapas disputam as eleições para direção da Cooperativa Unimed Manaus. A chapa 1, que tem como slogan de campanha “Gestão Profissional” tem o Conselho de Administração encabeçado pelo médico Sergio Ferreira Filho, e a chapa 2, cujo slogan de campanha é “Unidos somos mais fortes – Unimed patrimônio de todos” tem à frente o médico Nelson Barbosa da Silva, integrante da atual diretoria provisória.

A escolha da nova diretoria será feita durante Assembleia Geral que acontece no auditório da reitoria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), localizada na Avenida Djalma Batista, 3578, no bairro Flores, zona centro-sul da cidade.

A direção atual mandou distribuir em todas as unidades e setores da Unimed material de divulgação das duas chapas.

Além do Conselho Administrativo, cada chapa é composta também por Conselho Técnico e de Especialidades, todos com mandato de cinco anos. Também serão eleitos membros efetivos e suplentes do Conselho Fiscal, com mandato de dois anos, considerando à reeleição de 1/3 dos membros.

A assembléia terá três horários de convocação. O primeiro às 18h, o segundo às 19h e o último, às 20h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui