Diretoria de Saúde realizou mais de 56 mil atendimentos em 2018

Aleam Diretoria de Saúde Balanço - Foto: Divulgação

Mais de 56,9 mil procedimentos foram realizados pela Diretoria de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) em 2018. Os dados constam na estatística de atendimentos por especialidade, que inclui atendimentos nas áreas médica, nutrição, radiologia, fonoaudiologia, fisioterapia, junta médica, psicologia, serviço social ativo e inativo, odontologia e educador físico.

O diretor de Saúde da Casa, Arnoldo Andrade, disse que houve grandes avanços e vitórias daquilo que é o principal motivo da existência da Diretoria, que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos servidores ativos e inativos. Segundo o dirigente, a cada ano é montada uma estrutura de atendimento em educação e saúde, bem como de prevenção. Além disso, a diretoria desenvolve programas como o de combate às doenças infecciosas de contaminação por meio do ato sexual, o DST/Aids. “Nós fazemos essas campanhas às vésperas de grandes eventos como Carnaval, Boi-bumbá e no Fim do Ano, para o Natal e Ano Novo”, frisou.

Outra evolução obtida em 2018 foi na área de parcerias, realizadas com outros órgãos. Arnoldo Andrade cita como exemplo o projeto Doador Legal, realizado em parceria com o Hemocentro do Amazonas (Hemoam), que consiste na doação de sangue por parte dos servidores da Casa e seus dependentes. De acordo com o médico, o grupo de doadores cresceu consideravelmente neste período. “Muitos servidores têm se apresentado no sentido de fazer com que tenhamos uma equipe de colaboradores formada por 94 doadores para quando o Hemoam necessitar serem acionados para fazer a coleta”, sintetizou.

Outro ponto positivo apontado pelo dirigente foi o fato da Diretoria de Saúde ter mantido a tradição de fazer a Semana do Homem, para prevenção do câncer de próstata. Dessa vez houve ampliação no sentido de avaliar o homem como um todo. Para isso foi feita ultrassografia do abdome total para verificar a região hepática, as funções renais e a de bexiga.

Aleam Diretoria de Saúde Balanço – Foto: Divulgação

“Tudo isso para mostra que o trabalho de conscientização vem surtindo efeito”, disse Arnoldo Andrade, ressaltando que o mesmo aconteceu com o programa de Saúde da Mulher, voltado prevenção da tireoide, do câncer de mama, câncer de ovário e câncer de colo uterino. “Os exames foram feitos neste sentido”, completou.

Outros programas foram realizados no decorrer do ano como os voltados para patologias crônicas, a exemplo dos programas de hipertensão, diabetes e o Medida Certa, cujo objetivo é verificar a relação do peso com a altura. Se o servidor estiver acima do peso ideal é convidado a participar de uma atividade que faça perder peso. “Temos uma equipe multidisciplinar que envolve desde o cardiologista, passando pelo nutricionista, educador físico, atividade de piscina e de academia além de fisioterapia”, mencionou, frisando que tudo isso visa levar o servidor a conscientização e mudança de comportamento.

Para melhorar o atendimento dos servidores da Aleam o diretor de saúde está pleiteando a contratação de profissionais de especialidades como ginecologista, para fazer frente ao grupo das mulheres; urologista para fazer frente a patologias voltadas para o aparelho reprodutor masculino, bem como, psiquiatra, visando estudar problemas de comportamento. “Tudo isso exige da equipe multidisciplinar alguns especialistas”, defendeu.

Ano Novo

Para 2019, Arnoldo Andrade está propondo para a Diretoria de Saúde a continuidade dos programas conquistados e consolidados. Também está sendo proposto a criação de uma sala de imagem dotada de raio-x, aparelho de ultrassonografia para fazer exames de rotina nos servidores. “A atual presidência da Casa já se mostrou favorável para fazer um estudo neste sentido, a fim de que possamos trazer ainda mais serviços aos nossos colaboradores”, disse.
Outro plano do dirigente é que a Diretoria de Saúde tenha um posto de coleta para fazer exames hematológicos como hemograma e dosagem sanguínea, além de fezes e urina, visando ter uma estrutura completa para o funcionário não precisar se deslocar para outras unidades de saúde. “Investir em educação e prevenção significa menos doença, que se traduz em melhor qualidade de vida”, sintetizou.

Um dado que mostra o resultado do trabalho de prevenção da Diretoria de Saúde consta no Relatório da Junta Médica, concernente ao afastamento do trabalho de servidores da Aleam por motivos de doença. Comparativo dos exercícios de 2016, 2017 e 2018 aponta redução de 11 para seis e três, respectivamente nas patologias de doenças endócrinas nutricionais e diabetes; de 17, subiu para 19 e neste ano caiu para 10 nas doenças do aparelho circulatório/hipertensão; de 24, para 24 e 13 nas doenças mentais e comportamentais e de 33, para 25 e 17 nas doenças do sistema osteomuscular e tecido.

“O relatório mostra que diminuiu consideravelmente o diagnostico das doenças mencionadas, inclusive câncer, entre os servidores e se deve isso a prevenção e a educação, que permitiram a redução de doenças crônicas”, informou Arnoldo Andrade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui