Dois quebra-molas feitos para ajudar assaltantes no Distrito Industrial

Pista da Raquete no Nova Vitória, virou um corredor de assaltos sem fim - foto: arquivo

Os motoristas dos Transportes Especial de Manaus (Sindespecial), estão pedindo socorro das autoridades policiais do Estado, para que eles façam alguma coisa contra os marginais que estão assaltando as rotas do Distrito Industrial, na madrugada.

O medo de morrer está levando os trabalhadores do sistema ao stress absoluto e, a tomarem decisões erradas, quando são abordados pelos marginais. Eles atacam em bando, e quando os motoristas tentam fugir do cerco, são atingidos por balas, em um dos casos, o motorista ficou paralítico.

Quebra mola

O local de maior incidência de assaltos, fica na Pista da Raquete, próximo à Rotatória da Philco, no Nova Vitória, onde tem dois ‘quebra-molas’ irregulares feitos pela população e onde os motoristas são obrigados a reduzir a velocidade dos veículos.

Entre os dois quebra-molas já aconteceram mais de 100 ocorrências de assaltos, muitos com vítimas lesionadas, afirmou o diretor do Sindicato, Gabriel Enock. De acordo com ele, quase todos os dias acontecem assaltos no local.

Nesse local (Pista da Raquete) já aconteceram mais de 100 assaltos com vítimas lesionadas – foto: Gabriel Enock

Sem resposta do Detran

Os diretores do Sindicato entraram com ofício no Detran-AM, pedindo a retirada dos quebra-molas irregulares, mas até agora estão sem resposta. Da mesma forma, tem inúmeros comunicados e pedidos de socorro feitos à polícia civil e miliar do Amazonas.

“A polícia sabe o horário que os bandidos assaltam. Às vezes até prendem os marginais, mas logo em seguida, a justiça solta e eles voltam para o mesmo local”.
Enquanto as autoridades não tomarem uma decisão, os bandidos vão continuar ‘tocando o terror’ na Pista da Raquete e os trabalhadores apreensivos e com medo de trafegarem naquela área.

O quebra-molas está ajudando os assaltantes. Veja o vídeo:

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui