DPE abre seleção de estágio para pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo

Foto: Clóvis Miranda/DPE-AM

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), lançou nesta terça-feira (20), o edital para mais um processo seletivo de estágioo do projeto Nosso Coração Também é Azul, destinado a pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). A abertura da seleção ocorre no Abril Azul, dedicado a dar visibilidade a essa comunidade que busca maior inclusão na sociedade.

O processo seletivo é destinado ao preenchimento de quatro vagas de estágio para nível superior, em unidades da DPE-AM previamente selecionadas após processo de capacitação. A bolsa de estágio é no valor de R$ 946,20. O edital está disponível no Diário Oficial Eletrônico (DOE) da Defensoria.

O objetivo do estágio oferecido por meio do Nosso Coração Também é Azul é proporcionar a inclusão, a máxima autonomia e a acessibilidade a pessoas como Maria Necy, estudante do 5º período do curso de Direito que estagiou na Defensoria Pública dos Direitos Humanos, entre fevereiro de 2020 e janeiro de 2021.

De acordo com o edital, poderão concorrer às vagas de estágio os estudantes que estiverem cursando a partir do 2º ano de qualquer curso superior. O estágio terá duração de seis meses, podendo ser prorrogado até o limite de 12 meses.

Para Maria Necy, a sociedade ainda está carente de projetos de inclusão de pessoas com TEA. “Porque a maior parte das pessoas ainda não sabe o que é autismo, não sabe que tem níveis, que cada autista é único, e nós, autistas, só precisamos de uma oportunidade para mostrar que somos capazes. Já sofri muito preconceito quando procurei emprego. As pessoas acham que eu não sou capaz, e sei que tem outros autistas que se sentem assim como eu. Muitas vezes o autista pode demorar um pouco para se sentir bem e criar uma rotina no ambiente de trabalho, mas depois que isso acontece podemos perfeitamente trabalhar”, afirma a estudante.

Foto: Clóvis Miranda/DPE-AM

Inscrições – As inscrições são gratuitas e podem ser feitas por meio da Escola Superior da Defensoria Pública (Esudpam), pelo e-mail esudpam@defensoria.am.gov.br, até o dia 30 de abril. Para realizar a inscrição, o candidato deverá encaminhar para o e-mail, um documento pessoal com foto, curriculum vitae e laudo médico, atestando estar na condição de pessoa com deficiência (transtorno do espectro do autismo), todos digitalizados.

Processo de seleção

A seleção dos candidatos será feita pela Esudpam e por equipe multiprofissional, em um processo de duas etapas. Na primeira, será realizada a pré-seleção e análise de currículo. Serão levadas em consideração, primeiramente, as potencialidades dos candidatos, seguida de análise do currículo, bem como será avaliado o tempo de experiência e compatibilidade com as atividades da Defensoria. No caso de não haver inscritos com esta experiência, será considerado o tempo de experiência em projetos de extensão e/ou pesquisa da respectiva faculdade, bem como as especificidades da atividade a ser exercida pelo estagiário.

Na segunda etapa, será realizada uma entrevista. Os candidatos pré-selecionados serão convocados, eles e seus pais ou responsáveis, de forma virtual pelo googlemeet, com datas pré-agendadas para o período de 5 a 7 de maio de 2021, conforme edital de convocação a ser publicado após o fim do prazo de inscrições.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui