Eduardo Braga e suas mentiras(Por Garcia Neto)

Professor e Jornalista Garcia Neto(AM)

Professor e Jornalista Garcia Neto(AM)
Professor e Jornalista Garcia Neto(AM)

O ministro das Minas Energia, Eduardo Braga, vem dando mostras de que está colaborando para que o PT de Lula e Dilma destrua o Brasil, que enterre de vez o sonho de cada brasileiro por um país independente e respeitado pela comunidade internacional. Recente declaração de Braga afirmando que “energia nós temos” e que o balanço apresentado na quarta-feira pela Petrobras foi de uma “transparência absoluta” é puro descompromisso com a verdade e falta de responsabilidade com a coisa pública.
O balanço da estatal não tem sustentação, porque não obteve a aprovação da PriceWaterHouseCoopers para seus demonstrativos financeiros do terceiro trimestre, que impôs condições para assinar os resultados. O balanço que deixou o ministro exultado não apresentou os resultados das baixas nos ativos da companhia resultantes das denúncias de corrupção ligadas à Operação Lava Jato. O que a Petrobras fez com os seus acionistas, controladores, ao povo brasileiro e à comunidade internacional é uma indecência sem tamanho.

Levantamento de dados feito pelo Bank of America Merril Lynch aponta a estatal como a empresa mais endividada do mundo. Esses mostradores foram divulgados pela própria Petrobras em agosto de 2013 com uma dívida líquida de R$ 176,280 bilhões. No balanço do 2º trimestre de 2014 o nível da dívida bruta encerrou em R$ 307,712 bilhões. Com a explosão de escândalos atrás de escândalos, só tem piorado a imagem da Petrobras. Seu valor de mercado caiu 50% desde 2010 e a empresa enfrenta a pior crise de sua história. O valor atual da estatal é de R$ 179 bilhões contra R$ 380 bilhões em 2010.

Espera-se que o final da batalha política no Congresso Nacional arbitre pela abertura de uma CPI para investigar os escândalos envolvendo a empresa, cujo foco principal é averiguar a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, que gerou prejuízo de mais de 1 bilhão de dólares. Até o momento o governo Dilma não tem conseguido ofuscar as investigações, pela força da determinação da oposição que exige que a CPI seja instaurada somente para investigar exclusivamente a Petrobras.

Quanto a Eduardo Braga, suas mentiras poderão voltar-se contra si e poderá comprometer sua carreira política. A marca de político arrogante e prepotente vem ganhando notoriedade e sua demissão prematura do cargo por incompetência não está descartada. Comentários de bastidores no Palácio da Alvorada dão conta de que a carência de humildade do ministro, que se sente superior a todos, poderá dar-lhe o título de “Professor de Deus”.

*Garcia Neto é professor universitário e jornalista

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui