Eficácia da vacina Sputnik V é confirmada em 66 países, menos no Brasil

Sputnik V, vacina russa contra a covid-19, alcança eficácia de 97,6% conforme Fundo Russo - foto: El País

A vacina russa Sputnik V tem gerado “demanda frenética em todo o mundo”, que está intimamente ligada à sua eficácia e desempenho de segurança, disse Kirill Dmitriev, diretor-geral do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo).

Até agora, a droga foi licenciada em 66 países com uma população total de mais de 3,2 bilhões de pessoas. 

A vacina russa tem uma eficácia de 97,6%, conforme relatado em 19 de abril pelo Fundo Russo de Investimentos Diretos após analisar os dados de 3,8 milhões de cidadãos russos vacinados.

A vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em Moscou, usa uma tecnologia de adenovírus humano de dois vetores diferentes e que são administrados em duas injeções com 21 dias de intervalo. Os vetores adenovirais não se multiplicam e são totalmente seguros para a saúde.

O responsável afirmou ainda que a eficácia da vacina Sputnik V não foi confirmada apenas na Rússia. “Existem também dados do México, Argentina, Hungria e muitos outros países que usam a vacina russa”, frisou ele.

TV 247

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui